A rede social não me representa

Por iG São Paulo -Especial por Beto Gerosa* |

compartilhe

Tamanho do texto

Em artigo, analista comenta luta livre virtual das eleições 2014, fenômeno que assustou e cansou usuários das redes sociais

As eleições presidenciais, como não podia deixar de ser, invadiram as redes sociais nas últimas semanas. A minha, a sua e de todo mundo. E da forma menos polida, para dizer o mínimo. Esta luta livre virtual virou o tema da própria rede. Parte dos usuários ficou assustada – e cansada – com a virulência dos comentários, outra parte entrou no jogo defendendo seu ponto de vista muitas vezes de forma exagerada. Isso é bom – o confronto de ideias é saudável. Isso é ruim – o chute abaixo da linha da cintura é desagregador. O velho Marx dizia que a quantidade gera qualidade. Mas nem sempre a dialética funciona, como todo usuário de Facebook, Google+ e Twitter deve ter notado. Predomina o tiroteio virtual. Por isso que eu digo que a rede social não me representa nestas eleições.

Críticas a Dilma: Após polêmica nas redes sociais, Aécio faz aceno ao eleitor nordestino

A rede social não me representa nestas eleições, não porque o meu ponto de vista está mais ou menos representado na rede – a ferramenta PollZtat que compara o que os meus amigos do Facebook gostam, mostra que 55% curtem o candidato do PSDB, Aécio Neves, e 45% a candidata do PT, Dilma Rousseff –, mas por aquilo que ela tem de mais característico: o nivelamento da informação por baixo. É pela atitude de aceitar e compartilhar aquela fonte suspeita de informação sem avaliar sua procedência. Você conhece: são blogs raivosos e fanpages falsas – à esquerda e à direita –, que em vez de jogar luz sobre um tema simplesmente destilam ódio ou vomitam fórmulas prontas a favor dos argumentos tucanos ou petistas em forma de textos, memes e vídeos.

Veja imagens da campanha presidencial no segundo turno: 

Aécio e Dilma posam juntos pouco antes do debate da TV Globo (24/10). Foto: ReutersDilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) participaram na noite desta sexta-feira (24) de um debate presidencial na Rede Globo. Foto: Reuters/Ricardo MoraesAo lado da filha Gabriela, Aécio Neves (PSDB) concede entrevista coletiva no Rio de Janeiro (23/10). Foto: Divulgação/PSDBDilma Rousseff sorri durante entrevista coletiva no Rio de Janeiro (23/10). Foto: Ichiro Guerra/Dilma 13Aécio se enrola em bandeira do Brasil em comício na praça da Estação, em Belo Horizonte, Minas Gerais (22/10). Foto: Bruno Magalhães/Coligação Muda BrasilDupla Cesar Menotti e Fabiano sobe no palanque ao lado de Aécio Neves em ato na praça da Estação, em Belo Horizonte, Minas Gerais (22/10). Foto: Bruno Magalhães/Coligação Muda BrasilCom uma faixa com os dizeres 'Diga não a violência contra a mulher', Dilma participa de caminhada em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro (22/10). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Ao lado de Fernando Pimentel, governador eleito em Minas, e políticos do PT, Dilma faz campanha em Uberaba (22/10). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Aécio Neves faz campanha em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, e reúne eleitores nesta terça-feira (21/10). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilLula também acompanha Dilma Rousseff em carreata no Recife (21/10). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Ao lado de Lula, Dilma visita fábrica em Goiana, em Pernambuco (21/10). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Dilma Rousseff manda coraçãozinho para eleitores em comício em Petrolina, em Pernambuco (21/10). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Dilma Rousseff recebe apoio de artistas e jovens em ato político em São Paulo (20/10). Foto: Divulgação/PTDilma Rousseff recebe apoio do ator Henri Castelli em ato político em São Paulo (20/10). Foto: Divulgação/PTAo lado da cantora Fafá de Belém e do ex-jogador Ronaldo, Aécio faz ato de campanha em Belém do Pará (20/10). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilAécio visita o Santuário Nossa Senhora da Piedade, em Caeté (MG) (20/10). Foto: Igo Estrela/Coligação Muda BrasilCandidatos Dilma Rousseff e Aécio Neves a postos para o debate da Rede Record na noite deste domingo (19/10). Foto: Nacho Doce/ ReutersReação de Aécio Neves durante terceiro debate entre os candidatos à Presidência no segundo turno das eleições (19/10). Foto: Andre Penner/APReação de Dilma Rousseff durante o terceiro debate do segundo turno das eleições presidenciais (19/10). Foto: Andre Penner/APAécio Neves faz caminhada e carreata por Copacabana, no Rio de Janeiro, neste domingo (19/10). Foto: Marcos Fernandes/Coligação Muda BrasilAo lado da mulher Letícia, Aécio neves faz carreata em Copacabana, no Rio de Janeiro, e distribui autógrafos (19/10). Foto: Marcos Fernandes/Coligação Muda BrasilEleitores tentam se aproximar de Dilma em ato de campanha em Curitiba, no Paraná (17/10). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Dilma cumprimenta eleitores em agenda de campanha em Florianópolis (17/10). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Em agenda de campanha em Florianópolis, Dilma Rousseff (PT) voltou a atacar o adversário Aécio e seu partido, o PSDB (17/10). Foto: ReutersAécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) participam do segundo debate presidencial do segundo turno, realizado pelo SBT na noite desta quinta-feira (16/10). Foto: ReproduçãoAécio neves durante intervalo do debate no SBT, o segundo do segundo turno das eleições (16/10). Foto: AP Photo/Andre PennerAssessores e profissionais arrumam Dilma durante intervalo de debate no SBT (16/10). Foto: AP Photo/Andre PennerAécio atende jornalistas em São Paulo (16/10). Foto: Vitor Sorano/iGAécio faz ato político em São Paulo e assina Termo de Compromisso do Projeto Presidente Amigo da Criança (15/10). Foto: Marcos Fernandes/Coligação Muda BrasilDilma participa de ato de apoio aos professores em São Paulo (15/10). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Dilma e Aécio durante o primeiro debate do segundo turno das eleições, na Band (14/10) . Foto: ReutersDilma dá entrevista coletiva em São Paulo antes do primeiro debate na TV no segundo turno das eleições (14/10). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Aécio Neves também atende à imprensa antes de debate em São Paulo (14/10). Foto: Marcos Fernandes/ Coligação Muda BrasilAécio Neves durante ato político em Curitiba, no Paraná (13/10). Foto: Igo Estrela/PSDB - 13.10.2014Dilma faz ato de apoio a sua candidatura em Brasília (13/10). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Também em Brasília, Dilma Rousseff recebe Roberto Amaral, líder do PSB (13/10). Foto: Ichiro Guerra/Dilma 13No dia das crianças, Dilma visita Centro Educacional Unificado (CEU) Jambeiro, em Guaianases, São Paulo, e assiste à apresentação de ginástica (12/11). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Fernando Pimentel, governador eleito em Minas, faz carreata com Dilma Rousseff em Contagem e ataca de fotógrafo (11/10). Foto: Ichiro Guerra/PTEleitores se apertam para chegar perto de 
Dilma Rousseff depois de caminhada e carreata na cidade mineira de Contagem (11/10). Foto: Ichiro Guerra/PTMarcelo Crivella, que concorre ao segundo turno do governo do Rio de Janeiro contra Pezão, faz campanha por Dilma em São João de Meriti (10/10). Foto: Edvaldo Reis/Crivella 10Dilma participa de ato de mobilização com prefeitos e representantes dos movimentos sociais em Alagoas (9/10). Foto: Ichiro Guerra/PTDilma em campanha na zona sul de SP. Foto: Fotos PúblicasAécio faz carreata ao lado de políticos em Sirinhaém, em Pernambuco (11/10). Foto: Igo Estrela/Coligação Muda BrasilAécio assiste à missa na Basílica de Nossa Senhora Aparecida com a esposa Letícia, Geraldo Alckmin e a esposa do governador, Lu Alckmin (12/10). Foto: Marcos Fernandes/Colig. Muda BrasilAo lado da filha Gabriela, Aécio visita Renata Campos e a família de Eduardo Campos no Recife (11/10). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilFilho de Eduardo Campos discursa ao lado de Aécio Neves no Recife. PSB e família Campos apoiam tucano no segundo turno das eleições (11/10). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilAécio recebeu apoio formal do PSB de Pernambuco e de família de Eduardo Campos. Foto: DivugaçãoMais de 10 mil pessoas lotaram a Praça da Liberdade, em Belo Horizonte, para manifestação em apoio à candidatura de Aécio Neves (11/10). Foto: Bruno Magalhães/Coligação Muda BrasilAécio Neves se reúne com Armínio Fraga no Rio de Janeiro. Se eleito, tucano já disse que ex-presidente do Banco Central será ministro da Fazenda (10/10). Foto: Marcos Fernandes/Colig. Muda BrasilAécio Neves durante a primeira inserção de TV do segundo turno (9/10). Foto: ReproduçãoAécio Neves participa de entrevista coletiva depois de dia de compromissos no Rio de Janeiro (9/10). Foto: Marcos Fernandes/Coligação Muda BrasilDilma Rousseff abriu o horário eleitoral na televisão no segundo turno das eleições (9/10). Foto: ReproduçãoDilma Rousseff (PT) participa de encontro com apoiadores no Museu du Ritmo em Salvador nesta quinta-feira (9/10). Foto: Divulgação/PTDilma Rousseff (PT) posa junto com eleitora em evento de campanha em Teresina, no Piauí (8/10) . Foto: Dilvulgação/PTCorreligionários do PT participaram de evento com Dilma Rousseff no Piauí (8/10). Foto: Divulgação/PTPresidente Dilma cumprimenta eleitores em ato político com lideranças e prefeitos em Teresina (PI) (8/10). Foto: Divulgação/PTAécio Neves(PSDB) recebe apoio dos dirigente do PSB, partido de Marina Silva (8/10). Foto: Divulgação/PSDBAécio Neves (PSDB) relança sua campanha à Presidência da República no Memorial JK em Brasília (08/10). Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaPastor Everaldo declara apoio ao tucano no segundo turno (8/10). Foto: PSDB/ DIVULGACAO - 8.10.14A presidente Dilma Rousseff se reuniu nesta terça-feira com senadores e governadores eleitos da base aliada (7/10) . Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaDilma Rousseff (PT) em reunião de mobilização  para a campanha de segundo turno  (7/10). Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaDilma Rousseff (PT) participa de reunião de mobilização em Brasília, nesta terça-feira (7/10). Foto: Divulgação/PTAécio Neves participa de encontro com trabalhadores da construção civil na manhã desta terça-feira, em São Paulo (7/10). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilGeraldo Alckmin, governador reeleito no primeiro turno em São Paulo, participa de dia de campanha de Aécio Neves na capital paulista (7/10). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilAécio Neves faz campanha para o segundo turno e visita obras na Chácara Santo Antônio, em São Paulo, ao lado de José Serra, eleito senador, e José Aníbal (7/10). Foto: Vitor Sorano/iGAécio Neves (PSDB) cumprimenta Geraldo Alckmin, governador reeleito de São Paulo, em coletiva de imprensa na capital paulista (6/10) . Foto: Divulgação/PSDBUm dia depois das eleições, Dilma Rousseff, que disputa o segundo turno com Aécio Neves, recebe jornalistas em Brasília (6/10). Foto: Cadu Gomes/ Dilma 13Dilma chega para coletiva de imprensa depois do resultado do primeiro turno das eleições ao lado de Michel Temmer, vice em sua chapa para a Presidência (5/10). Foto: Agência BrasilPresidente e candidata Dilma Rousseff fala com a imprensa após apuração de votos que a levou para o segundo turno com Aécio Neves. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaAécio Neves (PSDB) comemora chegada ao segundo turno das eleições presidenciais em Belo Horizonte neste domingo (05). Foto: Divulgação/PSDBAo lado da esposa Letícia e de partidários, Aécio Neves participa de coletiva depois de chegar ao segundo turno das eleições presidenciais (5/10). Foto: Agência BrasilAécio Neves, candidato à Presidência pelo PSDB, em votação em Belo Horizonte (5/10). Foto: Agência BrasilDilma volta para Brasília depois de votar em Porto Alegre (5/10). Foto: Paulo Whitaker/ReutersDilma Rousseff, presidente e candidata à reeleição pelo PT, vota na manhã deste domingo em Porto Alegre. Ela foi a primeira presidenciável a votar (5/10). Foto: Felipe Dana/AP

A rede social não me representa por compartilhar à exaustão os “polemistas profissionais” (o ópio da web) que se julgam iluminados e interpretam para mim e para você a notícias publicadas na mídia à luz de seus interesses, mas raramente produzem um conteúdo próprio, geram informação ou fazem um trabalho de reportagem.

Tucano na frente: Eleitores de Aécio são 23% mais engajados na web, revela consultoria

A rede social não me representa também quando replica conteúdos apócrifos, de linchamento público ou comentários preconceituosos, sugerindo que retrocedemos décadas no calendário das conquistas humanitárias e sociais.

A rede social não me representa nestas eleições pois não consigo reduzir o pensamento dos meus amigos, e achar que todo amigo eleitor da Dilma apoia o regime de Cuba ou o controle de mídia, ou quem vota no Aécio automaticamente se alinha às teses conservadoras e moralistas de certa vertente evangélica ou é um representante do retrocesso.

Mas vale lembrar que a rede é uma conversa, e uma conversa ampliada pelo número de amigos e seguidores que cada um tem. Na vida real, quando uma conversa não agrada numa festa, por exemplo, você tenta mudar de assunto. Quando os apelos à razão não funcionam, basta mudar de ambiente, e largar o xiita, digital ou analógico, falando sozinho. Para todo excesso existe um filtro. Para todo chato, uma solução.

Assista: Os candidatos estão usando bem as redes sociais?

Esta campanha eleitoral foi didática também ao desvendar ao grande público alguns truques da rede social – insisto, usado tanto de um lado como de outro da disputa eleitoral: a criação dos perfis falsos, o uso indiscriminado de robôs que dão a falsa impressão de uma discussão real, e a desconstrução combinada entre alguns “formadores de opinião”. Também escancarou os profissionais que criam páginas que permanecem no limbo durante anos, apenas criando relevância nos buscadores, para serem alugadas como ferramenta de distribuição de agressões, achincalhes e peças de humor no período eleitoral. Este povo, definitivamente, não me representa nas redes sociais.

A diversidade de opiniões da rede social é no fundo positiva para quem souber se apropriar dela e conviver com o contraditório, pois têm amigos de todas as matizes ideológicas. Por isso mesmo a rede social tem de ser vista também com um olhar crítico. O mesmo olhar crítico necessário que hoje os usuários têm com as mídias tradicionais. Um bom exemplo é a ferramenta criada na UERJ, o Manchetômetro – que avaliou o tratamento dado aos candidatos à presidência pelos jornalões Folha de S.Paulo, Estado de S. Paulo, O Globo e Jornal Nacional durante a cobertura eleitoral. A análise das manchetes diárias mostra uma tendência maior de manchetes negativas para a candidata do PT do que para o candidato do PSDB. Mas mesmo esse tipo de iniciativa careceu do seu contraditório, de uma avaliação de outros sites e fontes de informação que trataram os mesmos personagens em suas páginas, mas carregando as tintas mais para outro lado.

Mas mesmo não me representando pelo que tem de negativo, a rede social, claro, é uma importante e independente ferramenta de participação do jogo democrático. O momento é propício mesmo para o debate mais acirrado, para a discussão política. Se não for agora, vai ser quando? O enfrentamento de escolhas políticas sempre rolou na rede, o que muda é a dimensão que assume neste período eleitoral. E alguns temas polêmicos, bem ou mal, entraram em pauta, como maioridade penal e a homofobia. A divisão criada na rede – o tom acima que incomoda – apenas reflete a cisão criada no país entre a escolha do candidato A ou B.

Humor: Reveja os 50 memes mais divertidos da corrida presidencial

As eleições terminam neste domingo, dia 26. Um rescaldo do embate deve tomar a rede por uma semana, no máximo. E, talvez, as mesmas pessoas que hoje reclamam do excesso de posts militantes sobre as eleições presidenciais – e não aguentam mais a turma do #13rasilTodoComDilma e #Aecio45PeloBrasil “invadindo sua time line” com baixaria e proselitismo – são aquelas que vão reclamar da volta dos bichos fofos, das celebridades bizarras e dos vídeos de autoajuda após o período eleitoral. O futebol, talvez, volte a ocupar o posto de tema preferido dos embates de baixo extrato. Afinal, como dizia o escritor e filósofo Jean-Paul Sartre, “o inferno são os outros”, e olhe que nem de longe Sartre podia prever o fenômeno das redes sociais e suas consequências em nossas vidas.

*É jornalista e trabalha com mídias digitais desde o ano 2000

Leia tudo sobre: eleições 2014

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas