Ator relaciona PT à loucura e diz que País vive ditadura; candidato tucano havia feito associação com regime militar

Com o argumento de que "cabecinhas" não entenderam o ato de apoio a Aécio Neves (PSDB) em que comeu o número 45 do presidenciável tucano , o ator Alexandre Frota divulgou novo vídeo engolindo o número 13, de Dilma Rousseff (PT) . Na sequência, trata o petismo como desvio e o governo do PT como ditadura.

Leia também: Eleitores rejeitaram agresssividade, sugere governador do PT

"Vote 45. Afinal 13 é o numero do louco, e de loucura basta neste País. Vamos nos dar a chance de mudar. Aécio Neves, neto de Tancredo Neves, que acabou com uma ditadura no passado. Agora no presente, para um futuro melhor, o neto vai acabar com a outra ditadura", diz Frota, no vídeo.

Na semana passada, o próprio Aécio associou o PT à ditadura , ao dizer que  derrotar o "atual ciclo de governo" não era um desafio menor do que o enfrentado pela Aliança Democrática (AD), liderada por Tancredo, para encerrar o regime militar. Um dia antes, havia comparado a propaganda eleitoral de Dilma à do regime nazista.

Ao fim do vídeo, Frota engole o número 13. 

"Há alguns dias atrás fui criticado porque coloquei na boca o número 45, mastiguei e engoli. Os cabecinhas disseram que eu cometi uma gafe. Ora, na verdade eu me alimentei todos esses dias com o 45 para ter forças para lutar contra o PT. E o 13, eu como agora", afirma.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.