Áudio revela últimas palavras de pilotos no acidente que matou Eduardo Campos

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Base aérea de Santos tentou contato por 10 vezes com a aeronave, sem sucesso, após piloto avisar que iria arremeter

Divulgação/Cessna
Aeronave Cessna 560 XL: produzida em Wichita, no Kansas (EUA),

Uma reportagem do programa Fantástico, veiculada na noite deste domingo (12) pela TV Globo, revelou um áudio que mostra os detalhes da última troca de mensagens dos pilotos do avião Cessna que matou Eduardo Campos e sua equipe, em um acidente aéreo ocorrido em agosto, na cidade de Santos (SP).

Mais: Avião de Campos passou por espécie de recall para corrigir problema

No primeiro contato com a base aérea de Santos, o Cessna que levava o candidato do PSB voava alto e registrava condições climáticas normais para fazer o pouso em pista do litoral paulista.

Após 18 minutos do primeiro contato, mostrou o áudio, o avião desceu próximo à pista para pouso. Dois minutos depois, o piloto se confundiu ao passar o código do avião (PR-AFA) e avisou que iria arremeter (quando o avião retoma a altura e desiste do pouso).

"Devido a condições, vamos aguardar e chamar novamente, ok?", avisou o piloto por volta das 10h, as últimas palavras registradas pelo contato com a base aérea. 

Familiares e admiradores deixam flores e bilhetes no IML de São Paulo. Foto: Bruna Talarico/iG São Paulo"Eduardo Campos, valeu por ter tentado", diz o recado deixado junto a uma flor no IML de São Paulo. Foto: Bruna Talarico/iG São PauloBandeira de Pernambuco com faixas pretas de luto ao lado da bandeira do Brasil são vistas no IML de São Paulo. Foto: Bruna Talarico/iG São PauloNo IML de São Paulo, 50 peritos trabalham no caso, sendo que 10 deles são especialistas em DNA pelo IC (Instituto de Criminalística). Foto: Bruna Talarico/iG São PauloGovernador de São Paulo, Geraldo Alckmin chega ao IML para acompanhar o reconhecimento dos corpos das vítimas do acidente que matou Eduardo Campos. Foto: Bruna Talarico/iG São PauloDeputado federal Julio Delgado dá informações a imprensa sobre o fim da perícia dos corpos de Campos e seus assessores mortos em um acidente de avião. Foto: Bruna Talarico/iG São Paulo

Após a mensagem, o operador de rádio tentou contato com a aeronave por 10 vezes, sem obter qualquer resposta, até a confirmação do desaparecimento do avião, antes da queda sobre uma área residencial em Santos.


Leia tudo sobre: Eduardo CamposacidenteEleições2014jato

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas