Base aérea de Santos tentou contato por 10 vezes com a aeronave, sem sucesso, após piloto avisar que iria arremeter

Aeronave Cessna 560 XL: produzida em Wichita, no Kansas (EUA),
Divulgação/Cessna
Aeronave Cessna 560 XL: produzida em Wichita, no Kansas (EUA),

Uma reportagem do programa Fantástico, veiculada na noite deste domingo (12) pela TV Globo, revelou um áudio que mostra os detalhes da última troca de mensagens dos pilotos do avião Cessna que matou Eduardo Campos e sua equipe, em um acidente aéreo ocorrido em agosto, na cidade de Santos (SP).

Mais:  Avião de Campos passou por espécie de recall para corrigir problema

No primeiro contato com a base aérea de Santos, o Cessna que levava o candidato do PSB voava alto e registrava condições climáticas normais para fazer o pouso em pista do litoral paulista.

Após 18 minutos do primeiro contato, mostrou o áudio, o avião desceu próximo à pista para pouso. Dois minutos depois, o piloto se confundiu ao passar o código do avião (PR-AFA) e avisou que iria arremeter (quando o avião retoma a altura e desiste do pouso).

"Devido a condições, vamos aguardar e chamar novamente, ok?", avisou o piloto por volta das 10h, as últimas palavras registradas pelo contato com a base aérea. 

Após a mensagem, o operador de rádio tentou contato com a aeronave por 10 vezes, sem obter qualquer resposta, até a confirmação do desaparecimento do avião, antes da queda sobre uma área residencial em Santos.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.