Rede sugere voto em Aécio, em branco ou nulo para o segundo turno, diz Feldman

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Porta-voz do grupo Rede Sustentabilidade conversou com jornalistas após reunião no partido e descartou apoio a Dilma

O grupo político Rede Sustentabilidade, de Marina Silva, fez uma reunião que começou na noite de quarta-feira (8) e acabou no começo desta madrugada para definir a sua posição para o segundo turno das eleições presidenciais. Após o encontro, Walter Feldman, porta-voz do grupo, conversou com a imprensa e negou apoio a Dilma Rousseff, sinalizando Áecio Neves ou nenhum candidato como opções. 

Karina Zambrana/ASCOM/MS
Walter Feldman

"A síntese é que a mudança simboliza hoje o voto em Aécio, em branco ou voto nulo", afirmou Feldman aos jornalistas.

Na manhã desta quinta-feira, a Rede Sustentabilidade divulgou nota oficial. O partido ressalta as propostas de mudanças levantantadas por Marina durante a campanha pela Presidência e reafirma a fala de Feldman, citando respeito aos que votaram em Aécio ou naqueles que optaram por anular ou votar em branco. 

"Em respeito aos que votaram em Aécio acreditando na mudança, aos que não definiram sua posição e aos que não se sentem representados pela polarização que persiste há 20 anos, delegamos a cada militante avaliar em qual dessas alternativas as propostas de mudança qualificada, expressa pela candidatura Marina Silva, estará melhor representada [no segundo turno], diz a nota.

Leia mais: PSB confirma apoio a Aécio no segundo turno

No PSB, Aécio promete honrar legado de Eduardo Campos

Depois da reunião da Rede, Feldman também reforçou que essa ainda não é a decisão de Marina Silva. A ex-senadora deve divulgar sua posição nesta quinta-feira (9). Ela participou da reunião da Rede por teleconferência, mas não irá a Brasília para um encontro entre partidos que apoiaram a sua candidatura à Presidência nesta tarde. 

Análise: Força de apoio de Marina Silva para segundo turno divide especialistas

"A Marina espera oficialmente a declaração dos partidos nessa reunião com os coligados para que após isso ela possa se pronunciar", falou Feldman.

Ainda na quarta-feira, o PSB, partido pelo qual Marina concorreu à Presidência, declarou apoio a Aécio Neves no segundo turno das eleições. Durante reunião, 21 dos 28 integrantes da Executiva Nacional socialista votaram a favor do tucano. Sete integrantes do partido votaram pela neutralidade e uma apenas um defendeu o apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). Esse voto partiu do senador João Capiberibe cujo filho, Camilo, concorre ao governo do Amapá. 

Veja fotos de Dilma e Aécio em campanha no 2º turno das eleições:

Dilma Rousseff (PT) posa junto com eleitora em evento de campanha em Teresina, no Piauí (8/10) . Foto: Dilvulgação/PTCorreligionários do PT participaram de evento com Dilma Rousseff no Piauí (8/10). Foto: Divulgação/PTPresidente Dilma cumprimenta eleitores em ato político com lideranças e prefeitos em Teresina (PI) (8/10). Foto: Divulgação/PTAécio Neves(PSDB) recebe apoio dos dirigente do PSB, partido de Marina Silva (8/10). Foto: Divulgação/PSDBAécio Neves (PSDB) relança sua campanha à Presidência da República no Memorial JK em Brasília (08/10). Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaPastor Everaldo declara apoio ao tucano no segundo turno (8/10). Foto: PSDB/ DIVULGACAO - 8.10.14A presidente Dilma Rousseff se reuniu nesta terça-feira com senadores e governadores eleitos da base aliada (7/10) . Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaDilma Rousseff (PT) em reunião de mobilização  para a campanha de segundo turno  (7/10). Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaDilma Rousseff (PT) participa de reunião de mobilização em Brasília, nesta terça-feira (7/10). Foto: Divulgação/PTAécio Neves participa de encontro com trabalhadores da construção civil na manhã desta terça-feira, em São Paulo (7/10). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilGeraldo Alckmin, governador reeleito no primeiro turno em São Paulo, participa de dia de campanha de Aécio Neves na capital paulista (7/10). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilAécio Neves faz campanha para o segundo turno e visita obras na Chácara Santo Antônio, em São Paulo, ao lado de José Serra, eleito senador, e José Aníbal (7/10). Foto: Vitor Sorano/iGAécio Neves (PSDB) cumprimenta Geraldo Alckmin, governador reeleito de São Paulo, em coletiva de imprensa na capital paulista (6/10) . Foto: Divulgação/PSDBUm dia depois das eleições, Dilma Rousseff, que disputa o segundo turno com Aécio Neves, recebe jornalistas em Brasília (6/10). Foto: Cadu Gomes/ Dilma 13Dilma chega para coletiva de imprensa depois do resultado do primeiro turno das eleições ao lado de Michel Temmer, vice em sua chapa para a Presidência (5/10). Foto: Agência BrasilPresidente e candidata Dilma Rousseff fala com a imprensa após apuração de votos que a levou para o segundo turno com Aécio Neves. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaAécio Neves (PSDB) comemora chegada ao segundo turno das eleições presidenciais em Belo Horizonte neste domingo (05). Foto: Divulgação/PSDBAo lado da esposa Letícia e de partidários, Aécio Neves participa de coletiva depois de chegar ao segundo turno das eleições presidenciais (5/10). Foto: Agência BrasilAécio Neves, candidato à Presidência pelo PSDB, em votação em Belo Horizonte (5/10). Foto: Agência BrasilDilma volta para Brasília depois de votar em Porto Alegre (5/10). Foto: Paulo Whitaker/ReutersDilma Rousseff, presidente e candidata à reeleição pelo PT, vota na manhã deste domingo em Porto Alegre. Ela foi a primeira presidenciável a votar (5/10). Foto: Felipe Dana/AP


compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas