21 dos 28 integrantes da Executiva Nacional socialista votaram a favor do tucano; Aécio é aguardado na sede do PSB em Brasília

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) decidiu nesta quarta-feira (8) apoiar a candidatura de Aécio Neves (PSDB) à Presidência da República.

Executiva do PSB decidiu apoiar Aécio Neves após reunião nesta quarta
Agência Brasil
Executiva do PSB decidiu apoiar Aécio Neves após reunião nesta quarta

Leia mais: Aécio agradece apoio de PPS, PV e PSC e diz aguardar Marina “no seu tempo”

PSOL anuncia neutralidade no segundo turno, mas desaconselha voto em Aécio

Pastor Everaldo anuncia apoio do PSC à candidatura de Aécio Neves

A reunião encerrou-se há instantes em Brasília e o apoio dos socialistas aos tucanos contou com 21 votos de um total de 28 integrantes da Executiva Nacional que participaram do encontro. Sete integrantes do partido votaram pela neutralidade e uma apenas um defendeu o apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). Esse voto partiu do senador João Capiberibe cujo filho, Camilo, concorre ao governo do Amapá.

Veja galeria de imagens da campanha de Aécio:


Revolta

A ex-prefeita de São Paulo Luiza Erundina, que defendia a neutralidade, deixou o encontro contrariada. "Ela [a candidatura do PSB] não conecta com essa farsa. Eu defendi a liberação da bancada. Isso [o apoio a Aécio] é contraditório com a nossa motivação de lançar um candidato como lançamos e depois foi substituído pela Marina. Me sinto desconfortável [com a decisão] porque me sinto confortável com a minha consciência. Não vou subir no palanque de candidatos que são contrários ao nosso projeto".

No mesmo encontro, a Executiva Nacional do PSB liberou os estados do Amapá e Paraíba a decidirem quem apoiar na eleição nacional. Nesses estados, PSB e PSDB são adversários no segundo turno. 

Aécio é aguardado na sede do PSB para a formalização oficial do apoio socialista a sua candidatura ao Planalto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.