Presidente iniciou nesta quarta (8) série de viagens pela região para garantir apoio na etapa final da eleição

A presidente Dilma Rousseff (PT) iniciou nesta quarta-feira (8) uma viagem pela região Nordeste para agradecer o apoio do eleitorado no primeiro turno da eleição e atacar os adversários. A candidata do PT à reeleição destacou que os tucanos tem preconceito para com a região, já que suas políticas beneficiaram apenas a elite do País.

Dilma cumprimenta eleitores em ato político com lideranças e prefeitos em Teresina (PI)
Divulgação/PT
Dilma cumprimenta eleitores em ato político com lideranças e prefeitos em Teresina (PI)

Leia mais:  Aécio vence nas Américas, na Europa, na Ásia e na Oceania; Marina leva na África

Aécio agradece apoio de PPS, PV e PSC e diz aguardar Marina “no seu tempo”

Presidente do PT critica ataques de médicos contra nordestinos e o partido

"Eu tenho orgulho de dizer que fizemos uma grande transformação aqui no Nordeste. Porque tem gente olha para o Nordeste, com o preconceito de quem governou o país só para outras regiões. Essas pessoas não acompanharam tudo que vem acontecendo aqui, nessa região do país. Nunca vieram aqui e conheceram a qualidade desse povo", criticou a presidente em ato político que teve a presença de lideranças da região e do governador eleito no primeiro turno no Piauí, Wellington Dias (PT).

Veja a galeria de imagens dos candidatos ao Planalto:


A petista agradeceu a votação recebida na primeira etapa da votação e disparou que os tucanos tem como praxe governar para poucos. "Eles [o PSDB] tem uma visão elitista de quem quando governou o país. Tirou o pobre do orçamento". 

Ao comentar a iniciativa de Aécio Neves (PSDB) de manter o Bolsa Família, a candidata à reeleição indagou com ironia. "Nós que criamos o Bolsa Família. O Bolsa Família para atender uma realidade que era terrível no Brasil. Primeiro havia fome e depois uma imensa dificuldade das mães criarem seus filhos", relembrou. A seguir, foi ao ataque. "Aí vem uma pessoa, meu candidato adversário dizendo que fará melhor o Bolsa Família. E por que eles (PSDB) não fizeram antes?"

Dilma também fez referências ao fato de que seu governo não protegeu nenhum de seus integrantes acusados de corrupção e prometeu combate incessante contra essa prática. Numa nova referência aos tucanos, mais velada, a presidente disse que seu governo "não contou com um engavetador geral da República" e que os órgãos de fiscalização e de investigação tiveram plena autonomia para atuar. No campo da reforma política, aliás, a presidente prometeu que o texto irá priorizar o combate à corrupção.

Dilma Rousseff destacou que ainda há muito por fazer e comprometeu-se, caso eleita, a terminar todas as obras do governo federal em andamento na região Nordeste. Prometeu ainda ampliar o Mais Médicos e o número de vagas do Pronatec, que terá 12 milhões de novas matrículas. Aqui, numa nova alfinetada nos adversários, comentou que os tucanos "proibiram as escolas técnicas federais".

Ainda em sua fala aos piauienses, Dilma assumiu o compromisso de trabalhar de forma integrada com os estados políticas de segurança pública.   

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.