Russomanno e Tiririca ajudam a eleger sete candidatos menos votados a deputado

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Com mais de 1,5 milhão de votos, Celso Russomanno vai levar à Câmara um candidato que obteve apenas 22 mil votos

Deputados federais mais votados do Brasil, 1.524.361 e 1.016.796, respectivamente, Celso Russomanno (PRB) e Tiririca (PR) impulsionaram seus partidos na partilha das 70 vagas de São Paulo na Câmara, em Brasília. Juntos, os dois ajudaram a eleger sete candidatos que, caso a definição para o cargo ocorresse apenas por contagem majoritária de votos, não conseguiriam votos suficientes para serem eleitos.  

VEJA A LISTA COM TODOS OS DEPUTADOS ESTADUAIS E FEDERAIS ELEITOS

Russomanno e Tiririca carregaram esses candidatos menos votados por conta do quociente eleitoral, que é uma fórmula usada nas eleições brasileiras para definir o número de vagas de cada estado. Nesta conta, os votos válidos das eleições são divididos pelo total de vagas no Parlamento. 

Mais: Deputado mais votado do País, Russomanno admite não cumprir mandato

Veja como foi a campanha de Tiririca ao Congresso Nacional: 

Tiririca em propaganda na qual parodia Roberto Carlos: Justiça proibiu divulgação. Foto: ReproduçãoApós questionamentos na Justiça, Tiririca lançou nova propaganda, em que diz conhecer Brasília. Foto: ReproduçãoEm outro programa eleitoral, o humorista candidato aparece dançando com duas dançarinas . Foto: ReproduçãoTiririca também aparece fantasiado como o ex-jogador Pelé . Foto: ReproduçãoSucesso de Tiririca gerou cópia: em goiás, candidato concorre com mesmo visual e nome do humorista. Foto: Arquivo pessoalO humorista Tiririca na eleição de 2010, faz campanha em São Paulo. Foto: ReproduçãoPropaganda eleitoral de Tiririca na TV: "Pior que tá não fica". Foto: ReproduçãoTiririca acena ao chegar ao Congresso Nacional em Brasília, em 2011. Foto: ReutersTiririca com os deputados Paulo Freire e Heleno Silva, nos seus primeiros dias no Congresso. Foto: Agência O GloboSenador Eduardo Suplicy (PT-SP) e deputado federal Tiririca (PR-SP) cantaram Blowin' in the wind, de Bob Dylan. Foto: ReproduçãoO deputado federal Tiririca. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaRegistro de candidatura de Tiririca: o deputado disputará reeleição. Foto: ReproduçãoTiririca. Foto: Agência Brasil

O número de votos totais obtidos por uma coligação determina então quantos deputados federais ela vai eleger. Assim, a votação expressiva de Russomanno, por exemplo, deu ao PRB, que disputou a eleição sem se coligar com outro partido, uma sobra de votos suficiente para eleger outros candidatos com votações baixas.

Vinícius Carvalho teve 80.643 votos, o que o colocaria entre os 70 mais votados, mas pelo quociente eleitoral ele conseguiu se eleger com menos votos do que, por exemplo, o pagodeiro Netinho de Paula (PC do B), que obteve 82.105.

Veja também: Tiririca custa R$ 805 mil e rende R$ 15 milhões ao PR em quatro anos

Sergio Reis (45.330), Beto Mansur (31.301), Marcelo Squasoni (30.315) e Fausto Pinato (22.097) foram outros beneficiados com a alta popularidade de Russomanno.

Já o palhaço Tiririca contribuiu para que Capitão Augusto (46.905) e Miguel Lombardi (32.080) conquistassem uma cadeira na Câmara dos Deputados.

Mais: Barrado pelo Ficha Limpa, Maluf recebe mais de 250 mil votos para deputado

Divulgação/PRB
Deputado federal Celso Russomanno (PRB) posa com o filho de depois de votar em São Paulo


Domínio tucano

A coligação PSDB-DEM-PPS, ligada ao governador reeleito Geraldo Alckmin, conquistou 20 das 70 vagas disponíveis para deputado federal em São Paulo e formará maioria em Brasília. Bruno Covas e Rodrigo Garcia foram os mais votados da legenda, superando os 300 mil votos. Já o PT, coligado com o PC do B, terá 11 eleitos.

Confira abaixo a divisão por coligação e os deputados federais eleitos por SP:

PSDB-DEM-PPS (Vagas: 20)

BRUNO COVAS: 352.708
RODRIGO GARCIA: 336.151
CARLOS SAMPAIO: 295.623
DUARTE NOGUEIRA: 254.051
RICARDO TRIPOLI: 233.806
SAMUEL MOREIRA: 227.210
EDUARDO CURY: 185.638
JORGE TADEU: 178.771
BRUNA FURLAN: 178.606 
VITOR LIPPI: 176.153 
SILVIO TORRES: 175.310
MIGUEL HADDAD: 168.278
ALEX MANENTE: 164.760
ARNALDO JARDIM: 155.278
MARA GABRILLI: 155.143
VANDERLEI MACRIS: 148.449
ELI CORRÊA FILHO: 134.138
PAPA: 117.590
FLORIANO PESARO: 113.949
ALEXANDRE LEITE: 109.708

PT - PC do B (Vagas: 11)

ANDRES SANCHEZ: 169.834
ZARATTINI: 138.286
ARLINDO CHINAGLIA: 135.772
ANA PERUGINI: 121.681
VICENTE CÂNDIDO: 117.652
PAULO TEIXEIRA: 111.301
NILTO TATTO: 101.196
ORLANDO SILVA: 90.641
VICENTINHO: 89.001
VALMIR PRASCIDELLI: 84.419
JOSÉ MENTOR: 82.368

PMDB-PROS-PP-PSD (Vagas: 9)

BALEIA ROSSI: 208.352
JEFFERSON CAMPOS: 161.790
GUILHERME MUSSI: 156.297
MISSIONÁRIO JOSÉ OLÍMPIO: 154.597
RICARDO IZAR: 113.547
EDINHO ARAUJO: 112.780
HERCULANO PASSOS: 92.583
GOULART: 92.546
WALTER IHOSHI: 88.070

PRB (Vagas: 8)

CELSO RUSSOMANNO: 1.524.361
ANTONIO BULHÕES: 137.939
ROBERTO ALVES: 130.516
VINICIUS CARVALHO: 80.643
SERGIO REIS: 45.330
BETO MANSUR: 31.301
MARCELO SQUASONI: 30.315
FAUSTO PINATO: 22.097

PR (Vagas: 6)

TIRIRICA: 1.016.796
MARCIO ALVINO: 179.950
MILTON MONTI: 115.942
PAULO FREIRE: 111.300
CAPITÃO AUGUSTO: 46.905
MIGUEL LOMBARDI: 32.080

PSB (Vagas: 4)

LUIZA ERUNDINA: 177.279
LUIZ LAURO FILHO: 105.247
OTA: 102.963
FLAVINHO: 90.437

PSC (Vagas: 3)

PASTOR MARCO FELICIANO: 398.087
GILBERTO NASCIMENTO: 120.044
EDUARDO BOLSONARO: 82.224

PV (Vagas: 3)

EVANDRO GUSSI: 109.591
ROBERTO DE LUCENA: 67.191
DR. SINVAL MALHEIROS: 59.362

PTB (Vagas: 2)

ARNALDO FARIA DE SÁ: 112.940
NELSON MARQUEZELLI: 112.711

PSOL/PSTU (Vagas: 1)

IVAN VALENTE: 168.928

PDT (Vagas: 1)

MAJOR OLIMPIO GOMES: 179.196

PSL/PTN/PMN/ PTC/ PT do B (Vagas: 1)

RENATA ABREU: 86.647

SOLIDARIEDADE (Vagas: 1)

PAULINHO DA FORÇA: 227.186

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas