Aloysio Nunes garantiu que não houve nenhuma conversa até agora, mas disse que "sim o partido será bem vindo"

Aécio Neves (esquerda) e Aloysio Nunes Ferreira, candidatos a presidente e vice pelo PSDB
Divulgação/Coligação Muda Brasil
Aécio Neves (esquerda) e Aloysio Nunes Ferreira, candidatos a presidente e vice pelo PSDB

Vice de Aécio Neves, do PSDB, na corrida pela presidência da República, o senador paulista Aloysio Nunes afirmou neste domingo que gostaria de receber o apoio do PSB em caso de avanço tucano para o segundo turno.

O senador apareceu de surpresa no colégio Santa Cruz, zona oeste de São Paulo, logo após a votação do candidato tucano ao Senado, José Serra, que se surpreendeu com o aparecimento de Nunes durante sua coletiva de imprensa.

Saiba tudo sobre as eleições 2014

Aloysio contou que votou "correndo" em sua escola em São José do Rio Preto, interior do Estado, para acompanhar a votação do correligionário na capital. "Jura?", perguntou Serra.

Não sabe onde é seu colégio eleitoral? Veja

Último a deixar a escola, Aloysio afirmou à imprensa que Aécio chegou embalado na reta final no primeiro turno, o que asseguraria seu favoritismo para chegar à próxima fase da campanha. "Ele está embalado."

Questionado sobre as conversações com o PSB sobre o apoio no segundo turno, o vice disse que não houve nenhuma conversa até agora, mas disse que "sim, o partido será bem-vindo" contra a candidata à reeleiçao Dilma Rousseff, do PT.

Confira o dia dos candidatos nas eleições:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.