Eleições começam com 582 urnas substituídas e 25 pessoas presas

Por Wilson Lima | iG Brasília | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ocorrência mais grave foi em São Luís, onde quatro urnas foram danificadas de madrugada. Ao todo, 279 localidades no Brasil pediram auxílio federal

Balanço parcial de ocorrências das eleições em todo o Brasil divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aponta que 582 urnas foram substituídas nas primeiras horas de votação e 25 pessoas já foram detidas acusadas de cometer crime eleitoral no País. Apesar disso, o TSE tem considerado o pleito tranquilo, e a ocorrência mais grave foi registrada no Maranhão, onde quatro urnas foram danificadas por ações de vândalos.

Pelos dados do TSE, nove pessoas já foram detidas por promover boca de urna e duas por suspeita de compra de votos. Ainda pelos dados do TSE, houve nove pessoas detidas por realizar propaganda eleitoral fora do período determinado em lei e uma acusada de transportar eleitores sem autorização da Justiça Eleitoral. O maior número de pessoas detidas foi registrado em Minas Gerais: oito pessoas presas por crimes eleitorais.

Cola eleitoral: insira os números dos seus candidatos e imprima

A ocorrência eleitoral considerada mais grave pelo TSE até o momento foi registrada no Maranhão, onde quatro urnas foram danificadas. Segundo informações do TSE, elas estavam no Centro de Ensino Cecília Meireles e no Centro de Ensino Roseno de Jesus. As sessões ficam em um bairro chamado Cidade Olímpica, na periferia da capital. Todas as urnas já foram substituídas, conforme o TSE. A Polícia Civil já apura o caso.

O Rio de Janeiro foi o Estado onde ocorreu o maior número de substituição de urnas: 137. Destaque também para o Rio Grande do Sul, onde 84 urnas já foram substituídas nas primeiras horas de votação. Nestes Estados, as urnas foram trocadas por problemas técnicos. No Acre, Amazonas, Tocantins e Mato Grosso do Sul não houve substituição de urnas, conforme esse balanço parcial do TSE.

Veja fotos das eleições em todo o Brasil:

Sujeira de santinhos em frente a Universidade Anhanguera, em São Paulo (5/10). Foto: Amanda Campos/iGPipoqueiro aproveita movimentação em dia de votação em São Paulo (5/10). Foto: Amanda Campos/iGCrianças jogam santinhos para o ar na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro (5/10). Foto: Pilar Olivares/ReutersHomem carrega cartaz em apoio a Dilma Rousseff e Padilha, candidato ao governo de São Paulo pelo PT, em local de votação na capital paulista (5/10). Foto: Nacho Doce/ReutersEleitores correm na abertura de colégio eleitoral na Rocinha, no Rio de Janeiro (5/10). Foto: Silvia Izquierdo/APFila para votação na Favela da Rocinha, no Rio de Janeiro (5/10). Foto: Pilar Olivares/ReutersSantinhos são espalhados pela rua em frente a colégio eleitoral em escola na Favela da Maré, no Rio de Janeiro (5/10). Foto: Leo Correa/APEleitores fazem fila para votar na Maré, no Rio de Janeiro (5/10). Foto: Leo Correa/APGaroto se ajoelha para votar em colégio eleitoral em São Bernardo do Campo, em São Paulo (5/10). Foto: Nacho Doce/ ReutersMãe leva filho para a votação em escola na Favela da Rocinha, no Rio de Janeiro (5/10). Foto: Pilar Olivares/ReutersSegurança no domingo de eleições na Favela da Maré, no Rio de Janeiro (5/10). Foto: Leo Correa/AP

Em São Paulo, maior colégio eleitoral do Brasil, houve a troca de 64 urnas, e no segundo maior colégio eleitoral do país, Minas Gerais, houve apenas duas substituições. Em apenas uma sessão eleitoral em todo o Brasil a votação ocorre manualmente. Esta sessão fica no Rio Grande do Norte. A Corte Eleitoral destinou, para 2014, 60,6 mil urnas para substituição em todo o Brasil.

Em Santa Catarina, segundo o TSE, houve a queima de uma viatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Mas, segundo o próprio TSE, essa ocorrência não tem relação direta com o processo eleitoral no Estado.

Vídeo: assista e saiba quais são os documentos necessários para votar

Ao todo, 279 cidades em todo o Brasil contam com o auxílio de Força Federal para auxiliar na segurança. Cerca de 10 mil homens do Exército foram encaminhados a todo o Brasil com o objetivo de reforçar o policiamento ostensivo nestes municípios.

Leia tudo sobre: eleições 2014tse

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas