Com 65% dos votos válidos, apadrinhado político de Campos assume governo do Estado após tragédia com o presidenciável

Paulo Câmara, candidato do governo de Pernambuco pelo PSB
Agência Brasil
Paulo Câmara, candidato do governo de Pernambuco pelo PSB

O candidato ao governo de Pernambuco Paulo Câmara (PSB) foi eleito no primeiro turno das eleições deste domingo (5) com 68,08% dos votos válidos, com 100% das urnas apuradas. Armando Monteiro (PTB), apoiado pelo PT, ficou em segundo lugar na preferência do eleitorado, com 31,07%.

Leia mais: Marina tenta consolidar posição em Pernambuco

Durante toda a campanha eleitoral, o candidato recebeu o apoio público da viúva e dos filhos do presidenciável e ex-governador pernambucano Eduardo Campos (PSB), morto em um acidente aéreo em agosto. Campos foi padrinho político de Câmara nas eleições deste ano.

O candidato Zé Gomes, do Psol, recebeu 0,49% dos votos válidos no Estado. Votos brancos somaram 7,32%, e nulos, 9,86%. 

O candidato a senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) foi eleito ao cargo com 62,24% dos votos válidos, com 44% das urnas apuradas. João Paulo, do PT, veio em seguida com 37,07% da preferência.

Câmara nasceu em Salvador em 1972. Formado em Economia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), exerceu seus primeiros cargos públicos durante a gestão do prefeito Antônio Imbassahy (PSDB).

Foi coordenador de Ações Governamentais e subsecretário de Descentralização Regional. Disputou sua primeira eleição em 2004 para a Câmara Municipal de Salvador e obteve a suplência.

Quatro anos mais tarde, conseguiu se eleger vereador pelo PSDB, mandato para o qual foi reconduzido em 2012. É presidente da Câmara Municipal da capital baiana.

Conheça os governadores eleitos no primeiro turno:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.