Prisões aconteceram, em sua maioria, por boca de urna e transporte ilegal de eleitores

Agência Brasil

Sobe para 55 o número de candidatos presos por crime eleitoral no país. Desses, 22 por boca de urna e 11 por transporte ilegal de eleitores.

Mais sete candidatos foram presos por terem divulgado irregularmente propaganda, e quatro por fornecimento ilegal de alimento.

De acordo com o terceiro boletim de ocorrências divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), das 1.662 ocorrências registradas até pouco depois das 14h, 264 envolviam diretamente candidatos e 1.398 eleirores.

Em 209 ocorrências envolvendo candidatos – mas que não resultaram em prisão – 53 foram devido a boca de urna. Outras 120 foram por divulgação de propaganda e oito por corrupção eleitoral.

O TSE contabiliza 496 prisões de não candidatos. Do total, 310 por boca de urna; 71 por divulgação de propaganda; 22 por transporte ilegal de eleitores; e 36 por corrupção eleitoral.

Veja como foi o dia de votação para candidatos nas eleições 2014:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.