Alckmin e José Serra, ambos do PSDB, venceram as disputas; candidato ao governo, Padilha ainda ficou atrás de Paulo Skaf

A notícia de que o candidato Geraldo Alckmin (PSDB) foi reeleito ao cargo de governado de São Paulo foi recebida com vaias por militantes petistas que aguardam o resultado das eleições em um hotel da região dos jardins, zona oeste de São Paulo. 

Com 91% das urnas apuradas, o tucano recebeu, por enquanto, 57% dos votos válidos, deixando para trás o peemedebista Paulo Skaf (22%) e o petista Alexandre Padilha (18%).

LEIA MAIS:  Geraldo Alckmin é reeleito em São Paulo

O clima no teatro do hotel, no entanto, não é só de pessimismo. Os militantes já comemoraram resultados positivos para o partido, como a eleição em primeiro turno de Fernando Pimentel (PT) em Minas Gerais sobre o tucano Pimenta da Veiga, de Rui Costa, na Bahia, Flávio Dino (PCdoB), no Maranhão, e Wellington Dias, no Piauí.

VEJA TAMBÉM:  José Serra desbanca Suplicy após 24 anos no Senado

Comitê do PT em São Paulo após a derrota do partido. Serra superou Eduardo Suplicy e foi eleito para o senado
Ana Flávia Oliveira/iG São Paulo
Comitê do PT em São Paulo após a derrota do partido. Serra superou Eduardo Suplicy e foi eleito para o senado


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.