NYT observou que liderança de Dilma não garantiu maioria dos votos e Guardian cita virada de Aécio Neves sobre Marina

The Guardian: frutos do programa social de Dilma repercutiram nas urnas neste domingo
Reprodução
The Guardian: frutos do programa social de Dilma repercutiram nas urnas neste domingo

O primeiro turno das eleições presidenciais no Brasil foi destaque nos principais veículos da imprensa internacional, na noite deste domingo (5). 

O prestigiado The New York Times observou que a disputa eleitoral deste domingo foi "uma das mais acirradas desde o retorno da democracia no Brasil, nos anos de 1980".

De acordo com o periódico, embora Dilma tenha liderado nas urnas, ela não conseguiu a maioria dos votos, "abrindo caminho para a transferência de eleitores para Aécio Neves".

Leia mais:  Dilma enfrenta Aécio no 2º turno das eleições

O britânico The Guardian destacou que Dilma colheu os frutos de seu programa de redistribuição de renda com a liderança no primeiro turno das eleições deste domingo, mas falhou em garantir a maioria necessária para evitar uma derrota.

"Após uma campanha em montanha-russa, o Partido dos Trabalhadores veio das sombras para ganhar 41,4% dos votos e agora vai enfrentar Aécio Neves, que garantiu um segundo lugar com virada espetacular, garantindo a ele 33,7% dos votos", publicou o jornal.

O jornal espanhol El País destacou que os jovens podem decidir o rumo das eleições no segundo turno, uma vez de 39,4% dos eleitores brasileiros têm entre 16 e 34 anos. "Foram os protagonistas das manifestações de junho do ano passado e mostraram seu descontentamento com a política e os partidos".

Veja os governadores eleitos no primeiro turno:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.