Governador Geraldo Alckmin compareceu ao local de votação acompanhado da família e do colega de partido José Serra

Acompanhado pela mulher, familiares e partidários, Geraldo Alckmin chega para votar no colégio Santo Américo, em São Paulo (5/10)
Vitor Sorano/iG
Acompanhado pela mulher, familiares e partidários, Geraldo Alckmin chega para votar no colégio Santo Américo, em São Paulo (5/10)

O candidato à reeleição ao governo de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) votou na manhã deste domingo (5) no colégio Santo Américo, zona oeste de São Paulo. Acompanhado da primeira dama, Lu Alckmin, dos filhos, genro, nora e netos, o governador também recebeu o apoio e a companhia do candidato a senador José Serra.

LEIA MAIS: Aécio busca virada inédita para ir ao 2º turno e evitar fiasco histórico do PSDB

Favorito a vencer no primeiro turno, Alckmin chegou em uma van, cumprimentou jornalistas e foi direto votar. Levou cerca de cinco minutos na urna e logo foi para o andar superior acompanhar a votação da mulher. Ao sair da sala de aula, o candidato cumprimentou mesários e eleitores e logo se dirigiu a uma quadra poliesportiva, onde conversou com a imprensa.

José Serra, que aguardava o colega durante a votação, disse aos jornalistas que “Aécio ganha fácil essa eleição”.

Na coletiva, acompanhado de Serra e Lu, Alckmin agradeceu os eleitores, disse que é dia de "humildade" e reforçou a confiança na ida do mineiro Aécio Neves ao segundo turno da eleição presidencial: "Vamos aguardar a voz das urnas com confiança na eleição do Serra e na ascensão do Aécio e sua possibilidade de chegar ao segundo turno."

Alckmin e Serra estão à frente nas pesquisas

Em pesquisa divulgada na noite de sábado (4) pelo Datafolha, o governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) tem vantagem suficiente para liquidar a disputa no primeiro turno. O levantamento mostrou que Alckmin tem 59%, Skaf, 24%, e Padilha, 13% dos votos válidos.

O Ibope não mostrou números muito diferentes. Na pesquisa divulgada nesse sábado (4) o governador aparece na pesquisa com 57% dos votos válidos, seguido por Paulo Skaf (PMDB), com 24% e Alexandre Padilha (PT), com 14%.

Candidato ao Senado, José Serra também deve se eleger. Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (4) mostra que José Serra (PSDB) se elegeria senador por São Paulo com 50% dos votos válidos. De acordo com o levantamento, Eduardo Suplicy (PT) tem 37% dos votos válidos e Gilberto Kassab (PSD), 9%.

De acordo com a pesquisa Ibope divulgada neste sábado (4) mostra que José Serra (PSDB) se elegeria senador por São Paulo com 48% dos votos válidos. De acordo com o levantamento, Eduardo Suplicy (PT) tem 36% dos votos válidos e Gilberto Kassab (PSD), 9%.

MAIS: Veja o dia de votação dos candidatos:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.