Em pronunciamento a militantes do partido, candidata do PSOL afirmou que não pedirá votos para Aécio Neves (PSDB)

Luciana Genro teve 1,6 milhão de votos
Divulgação/PSOL
Luciana Genro teve 1,6 milhão de votos

Com mais de 1,6 milhão de votos, a candidata do PSOL, Luciana Genro, não descarta apoio a Dilma Roussef (PT) no segundo turno das eleições. Em pronunciamento a militantes do partido em Porto Alegre (RS), a candidata afirmou que uma decisão sobre um possível apoio será tomada pelo partido.

Já sobre Aécio Neves, a candidata foi taxativa. "É evidente que não há nenhuma possibilidade de o PSOL chamar o voto no Aécio. E isso não significa que o PSOL vá chamar o voto na Dilma. Isso nós vamos debater internamente na direção e em dois ou três dias essa posição será expressada", afirmou.

Elogiada pela firmeza nos debates e pelo apoio à causa LGBT, Luciana Genro termina o primeiro turno em quarto lugar, com mais do que o dobro dos votos do quinto colocado, Pastor Everaldo. Com 99,12% dos votos apurados em todo o País, Luciana Genro tem 1.602.804 votos, contra 774.226 votos do Pastor Everaldo.

Agradecimento à comunidade LGBT

Em seu pronunciamento, a candidata comemorou ter ficado à frente de Everaldo e Levy Fidélix. "O fato de termos ultrapassado o Fidelix e o Everaldo é muito importante, porque mostrou que as pautas progressistas têm mais força que as pautas reacionárias. Quero fazer uma referência especial à comunidade LGBT, que, junto com a juventude, foi a comunidade que mais me acolheu nesta campanha eleitoral", disse a candidata.

Sucesso na internet

Um dos destaques da campanha de Luciana Genro foi a repercussão da candidata na internet. Até o início de setembro, a campanha de arrecadação de recursos havia conseguido captar R$ 213 mil em doações pela internet .

É pouco quando comparado ao orçamento de campanhas mais ricas, mas o valor é mais do que o dobro do que o arrecadado pelo PSOL em 2010, quando Plínio de Arruda Sampaio foi o candidato do partido.

Sobre o baixo orçamento, a candidata afirmou que " a campanha foi feita com menos de 400 mil reais, o que Dilma, Marina e Aécio gastam em dois dias. O PSOL é um partido que tem futuro, porque tem jovens e militantes dispostos a carregar essas bandeiras, que estão na rua por um ideal".

FOTOS: imagens da campanha de Luciana Genro


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.