Aos jornalistas, presidente afirmou que nunca trabalhou com a hipótese de vencer a disputa no primeiro turno e não disse quem gostaria de enfrentar no segundo: "Seria desrespeitoso"

Dilma acena ao deixar o local de votação em Porto Alegre. A presidente e candidata à reeleição pelo PT passará a tarde e irá acompanhar a apuração em Brasília (5/10)
Felipe Dana/AP
Dilma acena ao deixar o local de votação em Porto Alegre. A presidente e candidata à reeleição pelo PT passará a tarde e irá acompanhar a apuração em Brasília (5/10)

Na amanhã deste domingo (5), Dilma Rousseff disse aos jornalistas que trabalha desde o início com a hipótese de uma eleição em dois turnos: "O resto, só as urnas vão definir o que acontecerá e como acontecerá".

A atual presidente e candidata à reeleição pelo PT votou por volta das 8h45 na Escola Estadual Santos Dumont, na Vila Assunção, zona sul de Porto Alegre (RS). Após cumprimentar todos os mesários da sua zona eleitoral, a candidata se encaminhou para a urna eletrônica, onde levou apenas alguns minutos para concluir seu voto. Ao sair, fez o sinal de "V" de vitória.

PERFIL: Dilma Rousseff

Dilma estava acompanhada do candidato à reeleição ao governo estadual Tarso Genro, que vota no mesmo local, e do candidato ao Senado de seu partido, Olívio Dutra. Mais cedo, Dilma tomou café da manhã com aliados políticos em um hotel no centro da capital gaúcha e conversou com jornalistas .

LEIA MAIS: Reveja os 50 memes mais divertidos da corrida presidencial 2014

Dilma também não falou quem prefere enfrentar no segundo turno ( segundo pesquisas , Marina Silva, do PSD, e Aécio Neves, do PSDB, são candidatos que estão logo atrás dela nas intenções de voto) e declarou que seria um desrespeito. "Não sou eu que tenho que preferir, é o povo. Não tem como me decidir diante de um candidato ou de outro, seria desrespeitoso, principalmente no dia de hoje", disse a presidente do Brasil.

"Quem quer manter suas mudanças, luta por elas"

A presidente ainda enalteceu a gestão do PT, iniciada em 2002 com o ex-presidente Lula. "E quem quer manter suas mudanças luta por elas. Eu tenho a convicção que nós somos aqueles que podem continuar fazendo as mudanças que o País precisa. Porque nós fizemos mudanças, nós temos um histórico de mudanças a comprovar", afirmou Dilma, que embarca ainda nesta manhã para Brasília, onde acompanha a apuração dos votos.

FOTOS: Veja imagens do dia de votação dos candidatos:

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.