Urnas eletrônicas começam a chegar em locais de votação de São Paulo

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ao todo serão distribuídos 24.529 equipamentos em 1.984 colégios eleitorais, segundo o Tribunal Regional Eleitoral

Fernando Zamora/Futura Press
Caixas contendo urnas eletrônicas no Colégio Mackenzie

As primeiras urnas eletrônicas utilizadas no primeiro turno das eleições, neste domingo (5) começaram a chegar na manhã deste sábado (4) nos colégios eleitorais de São Paulo.

Leia mais: Apreendida propaganda irregular no Recife

Software das urnas está preparado para evitar ações de hackers, diz TSE

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), 24.529 equipamentos serão distribuidos e alocados em 1.984 locais de votação.

A distribuição começou pelos maiores locais de votação, como a Academia Paulista Anchieta (Uniban), que, com 21.545 eleitores, é a maior do estado. O Colégio Instituto Mackenzie, na região central da cidade, terceiro maior local de votação do Estado, com 17.592 eleitores, também já começou a receber as urnas. 

Os eleitores poderão registrar seus votos para presidente, governador, senador, deputados federais e estaduais amanhã, entre as 8h e às 17h. Para votar, é necessário comparecer ao local de votação, com título de eleitor e documento com foto. Caso, o eleitor tenha perdido o título, pode consultar o local de votação no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e votar portando um documento com foto.

Aqueles que estiverem fora do seu domicílio eleitoral, e fizeram o requerimento à Justiça Eleitoral, podem votar em trânsito, utilizando o documento oficial com foto. Em São Paulo, as seções de voto em trânsito foram montadas nas estações de metrô Sé e República, e no Colégio Santo Agostinho, próximo à estação de Vergueiro.

Cada local de votação em São Paulo terá ainda uma urna de justificativa de ausência na votação. Para preencher o Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE), o eleitor precisará apresentar o título.

Segundo o TRE-SP, a Polícia Militar vai ajudar a coibir a distribuição de santinhos na madrugada e no dia da eleição na capital.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas