Dilma vira alvo e Aécio e Marina se enfrentam: “não ponha palavra na minha boca”

Por Wanderley Preite Sobrinho | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Último bloco do debate presidencial colocou Marina e Aécio em confronto: eles tentam uma vaga no segundo turno

No último bloco do debate presidencial promovido nesta quinta-feira (3) pela TV Globo, a presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), foi o alvo principal de praticamente todos os candidatos. O momento mais polêmico, no entanto, foi o embate entre Marina Silva (PSB) e Aécio Neves (PSDB), que disputam uma vaga no segundo turno.

Ricardo Moraes/Reuters - 2.10.14
Aécio Neves e Marina Silva, candidatos do PSDB e do PSB à Presidência, cumprimentam-se antes do debate na TV Globo

Dilma esteve na mimra de Aécio Neves (PSDB), que a acusou de estimular os combustíveis fósseis em detrimento do fomento à energia renovável. A petista respondeu dizendo que seu mandato reduziu até 39% a redução do efeito estufa.

Não fiz apologia [à homofobia], vire essa boca pra lá, defende-se Levy Fidelix

Quando debateu com Levy Fidelix (PRTB), Aécio classificou os presídios federais de “masmorras medievais”. Dilma também foi alvo de Marina, que acusou a petista de praticar “políticas erráticas” na economia, reduzindo os investimentos. Eduardo Jorge lembrou que “os bancos cobram juros altíssimos, assegurando rentabilidade proporcionada pelos altos juros da economia”.

Dilma também debateu com Luciana Genro (PSOL), segundo quem o governo federal gastaria 40% do orçamento pagando juros da dívida. A presidente respondeu afirmando que ajudou a desonerar “toda a sexta básica, a folha de pagamento e os bens. “Chova o que chover.”

Aécio X Marina

Mas o momento mais tenso do bloco foi o embate entre Aécio e Marina, que disputam a vaga no segundo turno. A pessebista defendeu mudanças no Fator Previdenciário insinuando que o rival mudou de opinião a esse respeito ao longo da campanha.

“Não coloque palavras na minha boca”, reagiu o tucano. “Quem muda de posição toda hora não sou eu.” Em resposta, Marina devolveu a alfinetada. “Você não apresentou programa de governo, apareceu na última semana, quando não era mais possível fazer debate.”

Leia tudo sobre: eleiçõesdebatedebate na globopolíticaeleições 2014

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas