TRE-RJ manda Google retirar vídeo do Porta dos Fundos ofensivo a Garotinho

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Vídeo estava sendo veiculado no Youtube e já foi retirado do ar. A multa diária foi fixada em R$ 100 mil, mas autores ainda poderão recorrer

A coordenadoria de fiscalização da propaganda do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) ordenou que o Google, que controla o site de vídeos YouTube, retire do ar um vídeo do grupo de humor Porta dos Fundos considerado ofensivo ao candidato ao governo do Rio de Janeiro, o ex-governador Anthony Garotinho (PR).

Na gravação intitulada “Você me conhece”, dois atores simulam uma propaganda eleitoral na TV. Ao apontar uma arma a um refém, o candidato fictício pede voto e diz: "Assim que eleito, prometo soltar o Marcelo sem nenhuma sequela". Ao fim, acrescenta: "Para governador, Garotinho".

O vídeo, que já foi retirado do ar, começou a ser veiculado na última segunda-feira (29) e já tinha mais de 600 mil viauslizações. A pena de multa diária foi determinada em R$ 100 mil.

Para a juíza eleitoral, Daniela Barbosa, "o acesso ao vídeo em referência poderá trazer consequências danosas ao candidato, maculando sua imagem junto à população, de cuja manifestação no pleito eleitoral depende sua candidatura”,

A magistrada admitiu ainda que o fato de um dos atores do grupo, Gregório Duvivier, declarar apoio a candidatos do PSOL nas eleições desse ano também pesou na decisão. "O que se tem é verdadeiro excesso desse direito, abuso desmedido com único interesse de prejudicar o candidato Anthony Garotinho e fazer verdadeira propaganda eleitoral negativa", disse a juíza.

Os créditos finais do vídeo, no entanto, assinalam que Duvivier não participou da elaboração do roteiro ou da direção da peça.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas