Rollemberg tem 32%; Frejat, 24%; e Agnelo, 19% no Distrito Federal, aponta Ibope

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Candidato do PSB ainda venceria no segundo turno tanto se a disputa fosse contra Frejat como em uma briga com Agnelo

Divulgação
Rodrigo Rollemberg, do PSB, faz campanha em feira livre em Brasília

Pesquisa Ibope divulgada na noite de terça-feira (30) mostra Rodrigo Rollemberg, do PSB, na liderança pela disputa do governo do Distrito Federal. O candidato aparece com 32% das intenções de voto na pesquisa estimulada. Em segundo lugar está Jofran Frejat, que assumiu a candidatura do PR depois da desistência de José Roberto Arruda, com 24%. Em terceiro vem Agnelo Queiroz (PT), que tem 19%. 

Relembre: Na 1ª pesquisa sem Arruda, Rollemberg lidera com 28%, mostra Ibope

Ibope de 25 de setembro: No DF, Rollemberg tem 31%, Frejat, 21%, e Agnelo, 19%

Os concorrentes Luiz Pitiman (PSDB) e Toninho do PSOL (PSOL) aparecem empatados com 3%. Veja todos os números: 

- Rodrigo Rollemberg (PSB): 32%
- Jofran Frejat (PR): 24%
- Agnelo Queiroz (PT): 19%
- Luiz Pitiman (PSDB): 3%
- Toninho do PSOL (PSOL): 3%
- Perci Marrara (PCO): 0%
- Branco/nulo: 9%
- Não sabe/não respondeu: 10%

Veja a evolução dos presidenciáveis na página de pesquisas do iG

O Ibope ainda fez simulações de segundo turno no Distrito Federal. Rollemberg sairia vencedor diante de Frejat e Agnelo Queiroz. Na disputa com o rival do PR, ele levaria a melhor com 49% a 30% das intenções de voto. Brancos e nulos seriam 12% e 9% não souberam ou não quiseram responder. Já diante do concorrente do PT, Rollemberg ficaria com 57% a 23%. Brancos e nulos seriam 13% e 8% não souberam ou não quiseram responder. 

Se o segundo turno fosse entre Frejat e Agnelo, o herdeiro de Arruda venceria com 48% a 28%. Brancos e nulos seriam 15% e 9% não souberam ou não quiseram responder. 

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo. Foram ouvidos 1.806 eleitores em todo o Distrito Federal entre os dias 27 e 30 de setembro. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

O levantamento está registrado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número DF-00061/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-0904/2014.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas