Vantagem da petista é mais evidente na região Nordeste do País, onde alcança 56% das intenções de voto

Pesquisa Datafolha sinaliza que a presidente Dilma Rousseff (PT), que concorre à reeleição, lidera as intenções de voto em todas as cinco regiões do País contra os seus principais adversários na disputa ao Palácio do Planalto: Marina Silva (PSB) e Aécio Neves (PSDB).

A vantagem de Dilma Rousseff (PT) é mais apertada nas regiões Sudeste e Centro-Oeste
Divulgação/PT
A vantagem de Dilma Rousseff (PT) é mais apertada nas regiões Sudeste e Centro-Oeste

A maior vantagem se dá num forte reduto petista, a região Nordeste: a petista soma 56% das intenções de voto seguida por Marina Silva, com 24%, e Aécio Neves com apenas 9%.

Na região Norte, Dilma tem boa vantgem acima de 50%. São 51% pró Dilma que vem seguida de Marina (19%) e Aécio (18%).



Leia mais: Dilma empata com Marina em São Paulo e lidera no Rio e em Minas, segundo Ibope

Dilma tem 39%, Marina, 25%, e Aécio, 19%, aponta Ibope

Datafolha: Dilma Rousseff tem 40%, Marina Silva 25% e Aécio Neves 20%

Vox Populi: Dilma tem 16 pontos de vantagem sobre Marina no primeiro turno

Disputa acirrada

No Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, onde a resistência ao PT é maior, Dilma também lidera com 39%. Aqui, por conta da força de Beto Richa, que concorre à reeleição ao governo do Paraná, Aécio ultrapassar Marina e soma 26% contra 16% da neosocialista.

Dilma Rousseff também lidera nas regiões Sudeste e Centro-oeste, mas com uma vantagem bem menor, de apenas um ponto percentual. No Sudeste, por exemplo, a petista tem 30% da preferência dos entrevistados contra 29% de Marina e 25% de Aécio. Já no Centro-Oeste, a petista tem índice de 34%; contra 33% de Marina e 23% de Aécio.

Marina em queda

O Datafolha flagrou que, na comparação com a pesquisa anterior, Marina Silva registrou fortes quedas nas regiões Sul (de 21% para 16%) e Norte (de 27% para 19%).

A pesquisa registrou também mais uma oscilação positiva (a sexta) da taxa de rejeição da candidata do PSB. Em 15 de agosto, só 11% diziam que não votariam nela de jeito nenhum. Hoje, Marina é a segunda mais rejeitada, com uma taxa de 25%.

Dilma continua liderando o segmento rejeição com 31%, mas estável já ques e trata do mesmo patamar da pesquisa anterior. Já Aécio é rejeitado por 23%.

O índice de eleitores que cobrava mudança nas eleições desse ano recuou cinco pontos: de 79% para 74%. O que ampara Dilma nesse caso, é que ela é vista pela maioria dos eleitores (34%) como a candidata que melhor representa a mudança. Aécio, nesse caso, soma 24% contra 23% de Marina.

O Datafolha ouviu 7.520 eleitores nos dias 29 e 30 de setembro. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos para mais ou para menos. O registro da pesquisa no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é BR-00905/2014.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.