Datafolha: Alckmin lidera em São Paulo e pode vencer no primeiro turno

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

O levantamento mostra que Skaf, do PMDB, tem 23% das intenções de voto. Padilha, do PT, oscilou de 9% para 10%

Reprodução

Segundo o Datafolha, o governador Geraldo Alckmin, candidato à reeleição pelo PSDB, iniciou a reta final da campanha pelo governo de São Paulo com vantagem suficiente para liquidar a disputa no primeiro turno.

A pesquisa mostra que Alckmin oscilou dois pontos para baixo, de 51% para 49%, enquanto seus dois principais adversários, Paulo Skaf e Alexandre Padilha, oscilaram um ponto para cima cada um.

O levantamento feito entre segunda (29) e terça-feira (30), mostra que Skaf tem 23% das intenções de voto, ante os 22% da pesquisa anterior, feita na semana passada.

Padilha, por sua vez, oscilou de 9% para 10%. É a primeira vez que o candidato petista rompe a barreira dos dois dígitos nesta campanha. A margem de erro é de dois pontos, para cima ou para baixo.

Levando em conta os votos válidos, sem computar os brancos e nulos, Alckmin ainda possui 58%, Skaf tem 27% e Padilha, 12%. Para que haja segundo turno, os adversários precisariam ter mais votos válidos que o governador.

Os candidatos Gilberto Natalini e Laércio Benko (PHS) têm 1% das intenções cada, segundo o instituto. Os demais candidatos não pontuaram. Eleitores que responderam votar branco, nulo ou em nenhum dos candidatos somam 8% do total. 

Segundo turno

O instituto também avaliou o cenário de segundo turno que testara em outras pesquisas, em que o tucano enfrenta o peemedebista.

Assim como no cenário de primeiro turno, Alckmin oscila dois pontos para baixo: vai de 59%, na pesquisa da semana passada, para 57% nesta semana. Skaf faz o caminho inverso, somando 32% das intenções, contra 30% na pesquisa dos dias 25 e 26.

A menos de uma semana da eleição, mais da metade (55%) dos eleitores paulistas não sabe o número do candidato em que desejam votar.

Eleições para o Senado

O candidato do PSDB ao Senado por São Paulo, José Serra, ampliou a vantagem que demonstrara na pesquisa anterior. Agora, o tucano marca 39% das intenções; na semana passada, o Datafolha mostrava que ele tinha 37%.

Segundo colocado e candidato à reeleição, o senador Eduardo Suplicy (PT) manteve o mesmo número que atingiu antes, 30%. Gilberto Kassab (PSD), em terceiro, oscilou um ponto para baixo e marcou 9%.

Marlene Campos Machado (PTB) tem 2%, e Ana Luiza (PSTU) tem 1%. Os demais candidatos não atingiram 1%. A fatia de indecisos coma 9%, e outros 9% pretendem votar em branco ou anular o voto.

De forma geral, 56% dos eleitores não sabem o número do senador em que desejam votar. Só 19% citam o número correto.

O Datafolha entrevistou 2.132 eleitores em 59 cidades; a pesquisa está registrada com a sigla SP-51/2014. 

Leia tudo sobre: eleiçõespadilhagovernosenadoAlckminskaf

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas