Sete dias para as eleições: o que o futuro reserva para Aécio

Por Ana Flávia Oliveira - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Com leve alta nas pesquisas, tucano corre contra o tempo para passar Marina e chegar ao 2° turno com Dilma. Se ficar fora da disputa, Aécio terá poder reduzido dentro e fora do PSDB

O tempo é curto e Aécio Neves, o candidato à Presidência do PSDB, tem uma semana para reverter a distância que o separa das concorrentes - Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB) -  e assim seguir vivo nestas eleições. Caso não consiga, ele sairá do embate menor do que entrou e as suas pretensões de ser um dia presidente do Brasil podem ir para o ralo.

Além disso, caso se confirmem, no próximo dia 5, os resultados atuais das pesquisas, ele será o primeiro tucano fora do segundo turno na corrida para a  Presidência desde 1989.  Consequentemente, Aécio perderá força política e prestígio dentro do partido e também em Minas Gerais, Estado que governou por dois mandatos e de onde saiu com altos índices de aprovação.

Datafolha: Dilma vai a 40%, Marina cai para 27% e Aécio oscila para 18%

Marcos Fernandes/PSDB
Aécio corre para reverter vantagem de adversárias

O ex-governador mineiro entrou nas eleições como o nome com força para tirar a candidata à releição e seu partido do poder. Tudo estava indo conforme o planejado até que um trágico acidente aéreo, em 13 de agosto, tirou o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos do jogo e o PSB colocou em seu lugar a ex-senadora Marina Silva.

A comoção por causa da morte de Campos, que alçou Marina como representante de uma  “nova política” capaz de romper a polarização histórica entre PT e PSDB, renderam a ela um salto nas pesquisas que assustou até mesmo a primeira colocada, a presidente Dilma. Neste jogo, Aécio viu suas intenções de votos despencarem e virou um coadjuvante no embate as duas ex-ministras do governo Lula.

Leia mais:
- Agenda de Aécio é marcada por confusão na Grande São Paulo
Derrota de Aécio e vitórias de Alckmin e Serra reacenderão disputa no PSDB

Marcos Fernandes/ Coligação Muda Brasil
Aécio Neves vira gaúcho em dia de campanha Caxias do Sul ao lada senadora Ana Amélia, candidata ao governo do Rio Grande do Sul pelo PP (25/9)

Enquanto Dilma, que também se viu ameaçada por Marina, tentou desqualificá-la como gestora, o tucano assistiu ao embate entre as duas e reafirmou que faria uma campanha de ideias, citando em diversas ocasiões o avô, Tancredo Neves. O candidato também chegou a chamar de “onda da emoção” o crescimento vertiginoso de Marina, apostando que o movimento depois refluiria.

Mas nos últimos dias, o jogo político parece soprar bons ventos ao tucano, que voltou a subir nas pesquisas. Segundo o Ibope divulgado no dia 23, Aécio manteve os 19% das intenções de voto, conquistados no levantamento anterior.

Já no Datafolha da última sexta-feira (26), Aécio passou de 17 para 18%. Paralelamente, Marina perdeu pontos e aparece com 27% neste instituto e 29% no Ibope. Dilma tem 40% e 38%, no levantamento de hoje e no do início desta semana, respectivamente O crescimento, que o tucano chama de “onda da razão”, no entanto, ainda não é suficiente para tirá-lo da incomoda terceira posição e levá-lo ao segundo turno.

Veja o gráfico das pesquisas eleitorais

Para chegar ao segundo turno, o mineiro terá que tirar a diferença que tem para a candidata do PSB, que é de cerca de 6,4 milhões de votos (cada ponto nas pesquisas equivale a 641.286 eleitores), segundo o Ibope, e não deixar a atual presidente deslanchar e fechar a fatura já no primeiro turno.

Carlos Alberto Vasconcelos Rocha, cientista político e professor da PUC-Minas, aponta que o crescimento do tucano nos últimos levantamentos tem sido usado nos discursos dele para viabilizar a passagem ao segundo turno. Mas para o especialista, o ganho não parece ser suficiente para tirá-lo da incomoda situação.

“Marina está perdendo pontos e está em uma situação progressiva de perda de votos, pode ser uma tendência para essa reta final. Mas, tendencialmente, isso não é suficiente para ele chegar ao segundo turno”, sentencia.

Volta às raízes

Para continuar na curva ascendente, uma das estratégias tem sido priorizar a região sudeste e principalmente Minas Gerais, o principal reduto eleitoral de Aécio e segundo colégio eleitoral do País, com 15 milhões de votantes. 

Entre o dia 4 de setembro e o último dia 24, ele viajou para sete cidades mineiras diferentes - e esteve três vezes em Belo Horizonte. Neste fim de semana, a agenda inclui mais duas viagens ao Estado. Entre o dia 4 de setembro e o último dia 24, ele viajou para sete cidades mineiras diferentes - e esteve três vezes na capital. Neste fim de semana, a agenda incluiu mais duas viagens para Minas.

Vejas as fotos da campanha de Aécio

Aécio cumpre agenda de campanha em Taboão da Serra (26/09). Foto: Marcos Fernandes/PSDBAo lado do governador do Paraná e candidato à reeleição no Paraná, Beto Richa, Aécio Neves faz campanha em São José dos Pinhais (26/9). Foto: Igo Estrela/Coligação Muda BrasilAo lado da candidata do PP ao governo do Rio Grande do Sul, Ana Amélia, Aécio Neves durante coletiva de imprensa em Porto Alegre. Foto: Divulgação/PSDBAécio Neves vira gaúcho em dia de campanha Caxias do Sul ao lada senadora Ana Amélia, candidata ao governo do Rio Grande do Sul pelo PP (25/9). Foto: Marcos Fernandes/ Coligação Muda BrasilAécio Neves faz travessia de barca do Rio para Niterói em dia de campanha no Rio de Janeiro (23/9). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilAo lado de Giovane, do vôlei, e outros candidatos, Aécio faz carreata em Betim (MG) (22/9). Foto: Marcos Fernandes/Coligação Muda BrasilCantor Fagner faz campanha ao lado de Aécio Neves na Feira de São Cristóvão, no Rio de Janeiro (21/9). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilAécio veste chapéu e ganha imagem de Padre Cícero durante visita a Feira de São Cristóvão, que reúne tradições nordestinas, no Rio de Janeiro (21/9). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilAécio ainda canta repende e cita o avô Tancredo Neves na Feira de São Critóvão (21/9). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilAécio Neves faz campanha com outros candidatos do PSDB em Ipatinga, no Vale do Aço, em Minas Gerais (20/9). Foto: Coligação Muda BrasilAo lado de Paulo Souto, candidato ao governo na Bahia pelo PSDB, Aécio Neves faz corpo a corpo com eleitores em Itabuna (18/9). Foto: Valter Pontes/CoperphotoAécio Neves participa do VI Coletivo da Mulher Metalúrgica, em São Paulo (19/9). Foto: Emiliano Capozoli/Coligação Muda BrasilCandidato do PSDB à Presidência participa do encontro 'Todas com Aécio', em São Paulo (17/9). Foto: Marcos Fernandes/Coligação Muda BrasilAécio Neves, Marina Silva e Dilma Rousseff participam de debate na Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, na cidade paulista de Aparecida (16/09). Foto: DIVULGAção/PSBAo lado de Ronaldo, Aécio Neves se arrisca com passos de funk e na capoeira no lançamento do livro 'Um país chamado favela', em Madureira, no Rio (14/9). Foto: Igo Estrela/Coligação Muda BrasilRonaldo acompanhou Aécio Neves em dia de campanha na cidade do Rio de Janeiro (14/9). Foto: Igo Estrela/Coligação Muda BrasilAécio Neves ainda joga capoeira em dia de campanha ao lado de Ronaldo, no Rio de Janeiro (14/9). Foto: DivulgaçãoAécio e Ronaldo também assistem à apresentação na CUFA (14/9). Foto: Igo Estrela/Coligação Muda BrasilRonaldo e Aécio Neves fazem caminhada na orla do Rio de Janeiro. Ex-jogador carrega o número do candidato do PSDB à Presidência no peito (14/9). Foto: André Freitas/AgNewsRonaldo e Aécio posam com eleitores na praia no Rio de Janeiro (14/9). Foto: Igo Estrela/Coligação Muda BrasilFãs pedem para tirar foto com Ronaldo durante dia de campanha por Aécio Neves (14/9). Foto: André Freitas / AgNewsRonaldo ainda posta em seu Instagram uma foto com toda a família ao lado de Aécio. 'Em família. #somostodosAécio', escreve na legenda (14/9). Foto: Reprodução/InstagramAécio Neves faz carreata em Belo Horizonte ao lado de Pimenta da Veiga, candidato ao governo mineiro pelo PSDB (13/9). Foto: Leo Lara/Coligação Todos por MinasAécio Neves durante entrevista ao iG e à RedeTV! (12/09/2014). Foto: Vitor Sorano/iGAécio faz carreata ao lado do candidato a governador, Pimenta da Veiga, e do candidato ao Senado, Antônio Anastasia, em Montes Claros (MG) (11/9). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilAécio Neves, presidenciável pelo PSDB, participa de um encontro com a juventude em Belo Horizonte (MG) (11/9). Foto: Marcos Fernandes/Coligação Muda BrasilPresidenciável Aécio Neves (PSDB) faz campanha nas ruas de Belém, no Pará (08/09). Foto: Divulgação/PSDBAécio Neves participa de ato político em Marabá, no Pará (8/9). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilCandidato ao lado da pastora Flordelis, que cantou uma música em homenagem a ele. Foto: DivulgaçãoAécio ganha adesivo de campanha de Ana Amélia, candidata do PP ao governo do Rio Grande do Sul (5/9). Foto: Marcos Fernandes/Coligação Muda BrasilAo lado de Geraldo Alckmin, Aécio Neves faz caminhada em Santos com direito a pausa para um pastel (2/9). Foto: Igo Estrela/ObritoNewsCandidato Aécio Neves ao lado do ex-presidente FHC no comitê da campanha, em São Paulo. Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilMal nas pesquisas, Aécio Neves (PSDB) busca em São Paulo o início da recuperação de sua campanha na corrida presidencial . Foto: Divulgação/SBTAécio Neves joga futebol no evento "Futebol entre Amigos" promovido pelo ex-jogador Zico, no Rio de Janeiro (31/8). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilAo lado de Alckmin, Aécio Neves visita à Estação Vila Prudente, da Linha 15 Prata do monotrilho, em São Paulo (29/8). Foto: Ana Flavia Oliveira/iGAlckmin, candidato a reeleição ao governo de São Paulo, e o presidenciável Aécio Neves conversam em visita a estação do monotrilho (29/8). Foto: Ana Flavia Oliveira/iGAécio toma café da manhã com operários em São Paulo (28/8). Foto: Marcus Fernandes/Coligação Muda BrasilAécio Neves (esquerda) e Aloysio Nunes Ferreira, candidatos a presidente e vice pelo PSDB, durante o lançamento do site Vamos Agir (27/8). Foto: Divulgação/Coligação Muda BrasilAécio Neves, candidato à Presidência pelo PSDB, participa de entrevista no jornal O Estado de S. Paulo, nesta quarta-feira (26). Foto: Divulgação/PSDBAécio Neves, candidato do PSDB à Presidência da República participa de debate na TV Band (26/08). Foto: Divulgação/PSDBAécio Neves (PSDB) visita Unidade da Polícia Pacificadora (UPP) da Comunidade de Santa Marta,no Rio de Janeiro (18/08). Foto: Divulgação/PSDBDilma Rousseff cumprimenta o presidenciável pelo PSDB, Aécio Neves, no velório de Eduardo Campos e vítimas do acidente aéreo (17/8). Foto: Paulo Whitaker/ReutersAécio Neves (PSDB) é entrevistado pelos apresentadores do Jornal Nacional, Willian Bonner e Patrícia Poeta (11/08).. Foto: Globo/João CottaAécio Neves em caminhada em Manaus (9/8). Foto: Igo Estrela/ObritoNewsAécio Neves e a mulher, Leticia Weber, deixam hospital com o pequeno Bernardo no colo, no Rio de Janeiro (10/8). Foto: Reprodução/InstagramPresidenciável Aécio Neves visita a comunidade ribeirinha Julião, no Amazonas (9/8). Foto: Igo Estrela/Coligação Muda BrasilGabriela, filha de Aécio, acompanha o candidato durante visita à comunidade no Amazonas. Foto: Igo Estrela/Coligação Muda BrasilTucanos Aécio Neves, Geraldo Alckmin e José Serra fazem selfie na fábrica Voith, em São Paulo (07/08). Foto: Divulgação/PSDBAécio (PSDB)com metalúrgicos Voith, em São Paulo. Ele estava acompanhado governador Geraldo Alckmin, candidato à releição, e de José Serra, que concorre ao Senado (07/08). Foto: Divulgação/PSDBCandidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, participa de encontro da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (6/8). Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaAécio Neves, candidato do PSDB à Presidência, discursa na Associação Médica de Brasília (05/07). Foto: Divulgação/PSDBAécio Neves dança com Ana Amélia, candidata do PP ao ao governo do Rio Grande do Sul em encontro em Porto Alegre (3/8). Foto: Igo Estrela/ObritoNewsAo lado de Álvaro Dias e Beto Richa, candidatos à reeleição ao Senado e governo paranaense pelo PSDB, Aécio Neves participou de caminhada em Curitiba (2/8). Foto: Divulgação/PSDBAécio Neves inaugura comitê da Coligação Muda Brasil em Belo Horizonte (31/7). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilAécio Neves dá coletiva na Confederação Nacional da Indústria (30/7). Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaO candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves,  participa de encontro com empresários na CNI (30/7)
. Foto: José Paulo Lacerda/ CNICandidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, participa de encontro com empresários (30/7). Foto: José Paulo Lacerda/ CNIAécio Neves, Geraldo Alckmin e o padre Rosalvino, fundador da Obra Social Dom Bosco, visitam a Feira Tecnológica da Zona Leste de São Paulo (26/7). Foto: Facebook/Aécio NevesAécio Neves  visita a Vigário Geral, no Rio de Janeiro (RJ), e toca com AfroReagge (25/7). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilCandidato do PSDB Aécio Neves participa de caminhada em Vigário Geral, no Rio (25/7). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilCandidato à Presidência pelo PSDB, Aécio Neves, visita o Centro Cultural Waly Salomão, espaço criado pelo AfroReggae, no Rio (25/7). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilAécio Neves em encontro com a deputada federal Mara Gabrilli para discutir políticas para inclusão de pessoas com deficiência (22/7). Foto: Marcos Fernandes/ObritoNewsAécio, candidato pelo PSDB, visita o Santuário Nossa Senhora da Piedade, em Caeté (MG). Seu avô, Tancredo Neves, costumava frequentar o local (21/7). Foto: DivulgaçãoAécio conta com a companhia de outros políticos do partido, como Pimenta da Veiga, candidato ao governo de Minas (21/7). Foto: Igo Estrela/PSDBAécio Neves visita estátua e Memorial Padre Cícero, em Juazeiro do Norte, no Ceará, na companhia de Tasso Jereissati (20/7). Foto: Igo Estrela/PSDBCandidato faz uma oração no Memorial Padre Cícero, em Juazeiro do Norte, no Ceará (20/7). Foto: Igo Estrela/PSDBFesta para Aécio Neves na Expocrato, em Crato, no Ceará (19/7). Foto: Igo Estrela/PSDBAo lado de Geraldo Alckmin, candidato à reeleição ao governo de São Paulo, Aécio visita o projeto Manaciais, em São Paulo (19/7). Foto: Marcos Fernandes/PSDBCandidato se encontra com Juvenal Araújo, presidente do Tucanafro, para conversar sobre ideias para o programa de governo (17/7). Foto: George Gianni/psdbEncontro entre Aécio Neves e Dom Orani Tempesta no Rio de Janeiro (18/7). Foto: Marcos Fernandes/ObritoNewsEleitor registra discurso de Aécio Neves em Vitória, no Espírito Santo (10/7). Foto: Reprodução/InstagramCandidato à Presidência acompanha seleção na Copa do Mundo ao lado da família (4/7). Foto: Reprodução/InstagramNo mesmo dia, ele posta uma foto com a filha Gabriela no estádio do Maracanã (4/7). Foto: Reprodução/InstagramAloysio Nunes é anunciado como vice de Aécio Neves na candidatura à presidência (30/6). Foto: Futura PressConvenção Nacional do PSDB, em São Paulo, oficializa Aécio Neves como candidato à Presidência da República (14/6). Foto: Orlando Brito/ Facebook Oficial de Aécio NevesAécio Neves e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso oficializam a candidatura do senador à presidência em São Paulo (14/6). Foto: Futura PressSerra, Geraldo Alckmin, FHC e Aécio Neves durante Convenção Nacional do PSDB no Expo Center Norte, em São Paulo (14/6). Foto: Futura PressDurante a Convenção Nacional do PSDB, Aécio Neves recebe um beijo da filha, Gabriela (14/6). Foto: Orlando Brito/ Facebook Oficial de Aécio NevesPresentes celebram durante Convenção do PSDB em São Paulo (14/6). Foto: Futura PressAécio começa caminhada pelo Brasil por São João Del Rei (13/6). Foto: Reprodução/Instagram

A agenda intensa na terra natal surtiu efeito. O candidato, que já foi líder no Estado e perdeu preferência ao longo do embate, voltou a cair no gosto dos mineiro e encostou nas intenções de voto da presidente. Segundo o último levantamento do Ibope, Dilma tem 32% dos votos por lá, seguido de perto pelo tucano, que tem 31%. Marina é mencionada por 20% dos eleitores. 

Curiosamente, Aécio não tem conseguido transferir votos ao seu aliado para o governo do Estado. Pimenta da Veiga tem 25% das intenções de voto, contra 44% do seu principal oponente, o petista Fernando Pimentel, que deve ser eleito já no primeiro turno, segundo o Ibope. 

Especialistas afirmam que uma possível vitória petista em Minas também é desastrosa até mesmo para manter o tucano como uma força regional. As projeções mais pessimistas veem seu nome até mesmo fora do PSDB, que deve ser transformado em um partido puramente paulista, com o governador Geraldo Alckmin e  e o candidato ao Senado José Serra, como os principais expoentes.

Infográfico: conheça o mapa eleitoral brasileiro

Os dois disputaram as eleições presidenciais e foram ao segundo turno. Serra disputou com Lula, em 2002, e com Dilma, em 2010, e Alckmin também foi derrotado pelo ex-presidente, que tentava a reeleição, em 2006. 

"O futuro de Aécio dentro do PSDB é sombrio e o futuro do próprio partido também é. Se a Marina ganhar, o PSDB não vai ter espaço como partido de oposição. Para isso, o PT é mais competente. Vai restar ao PSDB integrar a base de sustentação do governo e ser um coadjuvante", opina Marco Antonio Carvalho Teixeira, professor de Ciência Política da Fundação Getúlio Vargas (FGV), que aposta no governador paulista para disputar a Presidência pela sigla em 2018. 


compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas