Segundo SSP, advogado do PT se recusou a assinar BO segundo o qual R$ 50 mil teriam sido roubados do local

Bandidos invadiram e assaltaram o comitê de campanha dos candidatos do PT ao governo paulista, Alexandre Padilha, e ao Senado, Eduardo Suplicy, no início da tarde de sábado (27). A informação foi confirmada pela Secretária de Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo, neste domingo (28).

Veja fotos da campanha de Alexandre Padilha no Estado:

De acordo com o Boletim de Ocorrência do caso, três criminosos, um deles armado, invadiram por volta das 14h30 o imóvel, localizado na Avenida Brigadeiro Luís Antônio, em área nobre da capital paulista. Tão logo chegaram, anunciaram o assalto e exigiram para serem levados ao cofre, o que levou a investigação a levar em conta a possibilidade de os bandidos fazerem parte do comitê ou terem alguma proximidade com ele.

Depois de retirarem cheques do cofre, os assaltantes levaram os pertences das 12 pessoas que estavam no local na hora do incidente, roubando delas dinheiro, celulares, relógios e alianças. Na sequência, os bandidos trancaram todos em uma sala e fugiram em um carro Citröen C3, de propriedade de um dos funcionários. A delegada plantonista do 14º DP, onde o caso foi registrado, requisitou perícia no local.

R$ 50 mil?
Ainda segundo a SSP, o advogado do PT se recusou a assinar o BO pois nele estava registrado que também havia sido retirado do cofre cerca de R$ 50 mil em dinheiro. Assim, foi aberto um boletim complementar, no qual o magistrado corrigiu a informação, afirmando que, na verdade, foram levados R$ 300 mil em Vale-Refeição.

O PM que apresentou o caso, no entanto, ressaltou a íntegra das declarações do BO, incluindo o suposto roubo do dinheiro. O inquérito foi aberto pelo 15º DP, que solicitará ao comitê informações de todos os seus funcionários para tentar descobrir os responsáveis pelo crime e a veracidade sobre as quantias levadas.

Leia também:
Reduto petista, 'cinturão vermelho' se mostra impenetrável para Padilha
Alckmin, Skaf e Padilha trocam ataques duros em debate
Padilha chama Alckmin de covarde em propaganda no rádio

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.