Defendendo dobradinha de governador e ex-senadora, líder do PSB diz que candidata não pode ignorar poderio tucano em SP

Candidato a vice-governador São Paulo, na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB), Márcio França (PSB), admitiu nesta sexta-feira (26) a possibilidade de tentar obter apoio do atual governador em favor da candidata Marina Silva caso Aécio Neves não vá para o segundo turno. "Eu vou tentar fazer esse diálogo", disse aos jornalistas após debate dos concorrentes ao Palácio dos Bandeirantes.

Debate: Alckmin, Skaf e Padilha trocam ataques duros na TV Record

Questionado sobre a relutância de Marina em subir no mesmo palanque que Geraldo Alckmin no primeiro turno, França definiu a dobradinha como positiva e disse ainda que a ex-senadora não pode abrir mão do poderio político tucano no Estado de São Paulo.

Mais sobre o debate:

- Com atraso e selfies, José Serra dá pouca atenção ao debate da TV Record
Em debate, Alckmin apelida Skaf como ‘candidato das taxas’
Padilha comemora direito de resposta em programa eleitoral de Alckmin

"Entre os 645 municípios de São Paulo, cerca de 500 são liderados por tucanos ou partidos aliados. Nós não podemos abrir mão dessa máquina", explicou. França, que também atua como tesoureiro do PSB, afirma que no segundo turno Alckmin deverá escolher entre Dilma Rousseff, candidata à reeleição, e Marina porque para o eleitor tucano "uma posição neutra indicaria apoio" à petista. "Ele não é bobo", concluiu.

Datafolha

Números da corrida eleitoral ao governo de São Paulo foram divulgados na noite de hoje pelo Datafolha. No levantamento, Alckmin lidera as intenções de voto com 51% . Em segundo lugar, aparece Paulo Skaf (PMDB), registrando 22%. Alexandre Padilha (PT) segue em terceiro, com 9%.

Leia mais:  Alckmin tem 51%, Skaf, 22%, e Padilha, 9%, mostra Datafolha

Com este cenário, Alckmin venceria ainda no primeiro turno, já que tem mais de 50% das intenções de voto. O levantamento anterior do Datafolha, divulgado em 10 de setembro, Alckmin aparecia com 49%, seguido por Skaf, 22%, e Padilha, com 7%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.