Petista conversou com jornalistas antes do debate com rivais na TV Record. "Reagi a umas inverdades", disse o candidato

O candidato Alexandre Padilha (PT/SP) comemorou nesta sexta-feira (26) a decisão da Justiça Eleitoral que lhe concedeu direito de resposta no programa eleitoral do atual governador Geraldo Alckmin (PSDB), que disputa à reeleição no Estado de São Paulo.

Última pesquisa: Alckmin tem 51%, Skaf, 22%, e Padilha, 9%, mostra Datafolha

“Eu só reagi a umas inverdades que foram colocadas no programa dele [Alckmin]. Não adianta se esconder atrás de atores e locutores para me atacar”, disse o petista aos jornalistas quando chegava ao estúdio da TV Record, onde enfrenta debate com candidatos ao governo de São Paulo.

Padilha ao lado de Eduardo Suplicy, candidato ao Senado, antes do debate da Record nesta sexta (26)
iG São Paulo
Padilha ao lado de Eduardo Suplicy, candidato ao Senado, antes do debate da Record nesta sexta (26)

Padilha não quis adiantar qual estratrégia vai adotar no debate. Sobre a eleição, ele destacou que "o PT vai surpreender novamente no dia 5 de outubro”. O candidato chegou acompanhado por sua mulher e por ex-senador Eduardo Suplicy, que disputa reeleição pelo mesmo partido.  

Em segundo lugar nas pesquisas de intenções de voto, Paulo Skaf (PMDB) também está na emissora para participar do encontro, mas não conversou com os jornalistas.

Veja imagens do debate da TV Record:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.