Mesmo proibido, Tiririca mantém exibição de paródia de música de Roberto Carlos

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Defesa do PR, legenda do candidato, alega que ainda não foi notificada de decisão judicial que veta citação a O Portão

O deputado federal e candidato à reeleição Tiririca (PR-SP) voltou a exibir em seu espaço na propaganda eleitoral gratuita desta quinta-feira (25) na televisão uma paródia de O Portão, sucesso da dupla Roberto Carlos e Erasmo Carlos.

Veja o vídeo:


Na última terça-feira, representantes da EMI, detentora dos direitos autorais e que cuida dos interesses dos compositores, obteve uma liminar - decisão provisória - na justiça e conseguiu a proibição da veiculação do filme sob pena do pagamento de multa diária R$ 2 mil até o teto máximo de R$ 100 mil.

Antes disso, em agosto, a gravadora havia notificado a candidatura sobre o uso indevido da música. No filme, que virou hit na campanha desse ano, Tiririca canta uma letra imitando Roberto Carlos na qual o rei pede votos para o palhaço.

Veja uma galeria de fotos do candidato:

Tiririca em propaganda na qual parodia Roberto Carlos: Justiça proibiu divulgação. Foto: ReproduçãoApós questionamentos na Justiça, Tiririca lançou nova propaganda, em que diz conhecer Brasília. Foto: ReproduçãoEm outro programa eleitoral, o humorista candidato aparece dançando com duas dançarinas . Foto: ReproduçãoTiririca também aparece fantasiado como o ex-jogador Pelé . Foto: ReproduçãoSucesso de Tiririca gerou cópia: em goiás, candidato concorre com mesmo visual e nome do humorista. Foto: Arquivo pessoalO humorista Tiririca na eleição de 2010, faz campanha em São Paulo. Foto: ReproduçãoPropaganda eleitoral de Tiririca na TV: "Pior que tá não fica". Foto: ReproduçãoTiririca acena ao chegar ao Congresso Nacional em Brasília, em 2011. Foto: ReutersTiririca com os deputados Paulo Freire e Heleno Silva, nos seus primeiros dias no Congresso. Foto: Agência O GloboSenador Eduardo Suplicy (PT-SP) e deputado federal Tiririca (PR-SP) cantaram Blowin' in the wind, de Bob Dylan. Foto: ReproduçãoO deputado federal Tiririca. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaRegistro de candidatura de Tiririca: o deputado disputará reeleição. Foto: ReproduçãoTiririca. Foto: Agência Brasil


De acordo com os advogados da EMI, a Lei de Direito Autoral estabelece que "são livres as paráfrases e paródias que não forem verdadeiras reproduções da obra originária". No caso de Tiririca, o abuso estaria no fato de a letra ter sido adaptada para pedir votos ao candidato. 

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas