Justiça proíbe Tiririca de parodiar Roberto Carlos em campanha

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Candidato à reeleição pelo PR usou indevidamente a música O Portão para promover candidatura em rádio e TV

O juiz Márcio Teixeira Laranjo, da 21º Vara Cível de São Paulo, decidiu proibir que o deputado federal Tiririca (PR-SP) utilize em sua campanha à reeleição uma versão da música "O portão", de Robero Carlos.

Veja o vídeo abaixo

A editora EMI, responsável pela obra do compositor, ingressou em agosto com uma notificação para pedir a suspensão do uso da música, por considerar que se tratava de violação de direitos autorais. No entanto, o candidato persistiu veiculando a propaganda. 

Leia mais: Erasmo Carlos e Roberto Carlos entram com processo contra Tiririca

Tiririca imita Roberto Carlos na TV e diz que cantor o apoia para reeleição

Quatro anos depois, deputado Tiririca é 100% presente, mas invisível

Pela decisão, "deve prevalecer a garantia dos direitos autorais na obra utilizada na paródia". Lajanro ainda decidiu que em caso de descumprimento, o candidato poderá pagar multa de R$ 2 mil ao teto de R$ 100 mil.

Tiririca foi o deputado federal mais votado do País nas eleições de 2010 com 1,3 milhão de votos. Ele chegou a admitir não disputar a reeleição desse ano, mas convencido pelo PR a tentar permanecer na Câmara.  


compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas