Realizado em Belo Horizonte, embate reúne os candidatos Pimenta da Veiga (PSDB), Tarcísio Delgado (PSB) e Fidélis Alcantara (PSOL). Fernando Pimentel (PT) cancelou presença

A Rede TV! e o portal iG  exibem simultaneamente pela televisão e pela internet debate com os principais candidatos ao governo do estado de Minas Gerais, o segundo maior colégio eleitoral do País.

A atração terá duas horas de duração, com o início às 22h25. Participam do evento os candidatos Pimenta da Veiga (PSDB), Tarcísio Delgado (PSB) e Fidélis Alcantara (PSOL). Fernando Pimentel (PT) cancelou sua presença no debate por recomendação médica, em razão de uma faringite. 

A mediadora será a jornalista Amanda Klein e a atração contará com a participação dos jornalistas Rodrigo Cabral (Rede TV!), Rodrigo de Almeida ( iG ) e Carla Kraft (O Tempo), que farão perguntas aos candidatos.

No total serão cinco blocos em duas horas de programa: no primeiro e no terceiro bloco, os candidatos vão dirigir perguntas entre si. No segundo e no quarto segmentos, jornalistas vão questionar os postulantes ao governo mineiro. O último bloco será destinado às considerações finais.

Se houver segundo turno em Minas Gerais, Rede TV! e iG já acertaram com as assessorias dos candidatos que o debate será realizado no dia 21 de outubro.

Pesquisas

Pesquisa Ibope divulgada na última terça-feira (15), indica que o petista Fernando Pimentel lidera a corrida ao governo local com 43% das intenções de voto contra 23% do tucano Pimenta da Veiga. A seguir aparecem Tarcísio Delgado (PSB) com 3%, Fidélis (PSOL) com 2%, além de Eduardo Ferreira (PSDC) e Professor Túlio Lopes (PCB), os dois últimos com 1%.

Ibope: Pimentel dispara e lidera em Minas com 6 pontos percentuais de vantagem

Ibope: Aécio perde liderança em Minas para Dilma, e Marina domina em Pernambuco

Já a mais recente pesquisa Datafolha no estado, do último dia 10 de setembro, Fernando Pimentel lidera as intenções de voto com 34%, seguido de Pimenta da Veiga com 23%, enquanto Tarcísio Delgado (PSB) possui 3%, Eduardo Ferreira (PSDC) 2%, empatado com Fidélis (PSOL).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.