Na 1ª pesquisa sem Arruda no DF, Rollemberg lidera com 28%, mostra Ibope

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Em segundo lugar estão empatados com 21% das intenções de voto os candidatos Agnelo Queiroz (PT) e Jofran Frejat (PR)

Divulgação
Rodrigo Rollemberg concorre ao governo do Distrito Federal pelo PSB

O Ibope divulgou na quinta-feira (18) a primeira pesquisa de intenção de voto para o governo do Distrito Federal depois que José Roberto Arruda desistiu de concorrer ao cargo. Rodrigo Rollemberg (PSB) aparece na liderança, com 28% das intenções votos.

Em segundo lugar estão empatados com 21% os candidatos Agnelo Queiroz (PT) e Jofran Frejat, que ficou no lugar de Arruda no PR. Logo depois estão tecnicamente empatados os candidatos Luiz Pitiman (5%) e Toninho do PSOL (3%). Perci Marrara (PCO) não atingiu 1%.

Relembre: Barrado pelo TSE e STJ, Arruda lança ex-deputado e esposa no DF

Arruda desiste de candidatura ao Governo do Distrito Federal

José Roberto Arruda era o líder da corrida e tinha 37% na pesquisa Ibope do dia 26 de agosto. Barrado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ele abandonou a corrida eleitoral e lançou Frejat e própria esposa, Flávia Peres, para concorrer ao governo. 

Segundo turno

O Ibope também fez simulações para um segundo turno no Distrito Federal. Rollemberg venceria Agnelo Queiroz por 53% a 24%. Brancos e nulos ficariam com 15% e 8% não souberam responder. 

O candidato do PSB também venceria uma disputa com Frejat. Nesse cenário, Rollemberg ficaria com 45% e o rival do PR com 29%. Brancos e nulos ficariam com 16% e 9% não souberam responder.

Para completar, se a disputa fosse entre Agnelo e Frejat, o candidato que ficou com a vaga de Arruda venceria por 43% a 29%. Brancos e nulos ficariam com 18% e 10% não souberam responder.

O Ibope ouviu 1.204 eleitores em todo o Distrito Federal nos dias 16 e 17 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TER) sob o número DF-00043/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00672/2014.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas