Candidato a deputado federal ironiza proposta de cura gay feita pelo pastor e deputado Marco Feliciano

"Quero enfiar o dedo na cara do Feliciano", esbraveja Antonio Aparecido Firmino, o Toninho do Diabo, no segundo Politicando com Wanderley. Candidato a deputado federal, ele ironiza a proposta de cura gay defendida pelo pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP). "Eu tenho a cura sai do armário pro Feliciano!"

O programa faz parte de uma série de entrevistas com candidatos a deputado com uma coisa em comum: tentam repetir o palhaço Tiririca para - por humor ou protesto - conseguir votos. Nesta semana, Toninho do Diabo diz que merece se eleger porque o inferno fica em Brasília.

Programa anterior: “Vote em mim porque eu sou bonito”, diz candidato Bin Laden

Com produção de Carolina Garcia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.