Em nota, Maluf afirma que respeita a decisão, mas que vai continuar a campanha enquanto o seu recurso não for julgado

O pedido de registro da candidatura do deputado federal Paulo Salim Maluf (PP) foi negado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP).

Em nota, Maluf afirma que respeita a decisão do TRE, mas que vai continuar a campanha enquanto o seu recurso não for julgado.

O procurador regional eleitoral em São Paulo, André de Carvalho Ramos, entrou com a ação em razão da condenação de Maluf, pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ/SP), por improbidade administrativa.

Segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo, no cargo de prefeito, Maluf tinha pleno conhecimento do superfaturamento das obras do Túnel Ayrton Senna, em razão do alto valor e da importância do contrato, cabia a ele tomar as cautelas necessárias antes de autorizar tais gastos.

Veja a nota na íntegra:

"Maluf sempre confiou e confia na Justiça. O TRE/SP julgou procedente a impugnação de candidatura do Deputado Federal Paulo Salim Maluf, por 4 votos a 3, que bem indica o quão controverso e o tema. Maluf respeita a decisão do Tribunal paulista e informa que recorrerá ao TSE, mantendo sua candidatura à Câmara dos Deputados, e continuará a realizar normalmente todos os atos de campanha. Eduardo Nobre Patrícia Rios Silvio Salata. Advogados de Paulo Maluf."


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.