Programa econômico de Marina tentará tranquilizar mercado, diz deputado do PSB

Por Vitor Sorano - iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

No lançamento do projeto de governo do PSB, Delgado apontou reação positiva de agentes econômicos a Marina

A presidenciável Marina Silva (PSB) e o seu vice, Beto Albuquerque, lançaram nesta sexta-feira (29) o projeto de governo da candidatura pessebista, em São Paulo. Presente no evento, o deputado federal Julio Delgado (PSB/MG) comentou o tom do documento.

"Se ele (o programa) vai ter uma linha mais liberal? O que eu posso dizer é que é uma linha que conforta, tranquiliza o mercado”, explicou o deputado. Delgado diz ver uma reação positiva dos agentes econômicos ao avanço de Marina. 

Alan Sampaio /iG Brasília
Para Julio Delgado, o mercado financeiro tem reagido bem ao avanço de Marina Silva nas pesquisas


Nas últimas pesquisas Ibope e CNT/MDA, divulgadas nesta semana, Marina aparece batendo no segundo turno Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição.

"Nós estamos vendo os números do dólar, da bolsa, demonstrando claramente que houve uma aceitação do mercado", argumentou o parlamentar.

A frase dele faz referência à disparada do dólar e à crise no mercado financeiro enfrentada pelo Brasil em 2002, diante da iminência da vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Marina tem se comprometido a manter o combate a inflação, o câmbio livre e o rigor nos gastos públicos - conjunto conhecido como tripé econômico, implantado pelo governo Fernando Henrique Cardoso (FHC). A similaridade com a politica do tucano faz o projeto da ex-senadora diferir pouco do de Aécio Neves, que é o candidato do PSDB à Presidência.

 Economista de Aécio: Imposto no Brasil seguirá alto mesmo após reforma

Leia tudo sobre: Eleições 2014PSBMarina Silva

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas