Internação na sexta impediu governador de SP, que concorre à reeleição pelo PSDB, de participar de debate na Band no sábado

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, teve alta hospitalar no final da manhã deste domingo (24), informou em nota o Incor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP), onde foi internado na tarde de sexta‐feira (22) para tratamento de uma infecção intestinal causada por bactéria.

Ausente: Alckmin é o principal alvo de candidatos ao governo de SP em debate

Suplicy: Comida de campanha pode ser causa de internação de Alckmin

Segundo o comunicado, Alckmin, que é candidato à reeleição pelo PSDB, continuará seu tratamento com medicamentos, dieta específica e "repouso relativo" em sua residência. A evolução do tucano será acompanhada pelas equipes médicas do Incor (David Uip, infectologista, e Flair José Carrilho, gastroenterologista) e do Palácio do Governo.

A internação impediu o governador de participar, no sábado (23), do primeiro debate com candidatos ao Governo de São Paulo, realizado pela Bandeirantes. A ausência, porém, não o livrou de ser o principal assunto do encontro, com seus principais adversários - Paulo Skaf (PMDB) e Alexandre Padilha (PT) - atacarando sua administração  em questões como segurança, crise hídrica, transportes e corrupção.

Padilha sobre Alckmin:  Incor vai acabar "com esse desarranjo" do governador

Além de Skaf e Padilha, também participaram do debate outros quatro candidatos: Laércio Benko (PHS), Gilberto Natalini (PV), Walter Ciglioni (PRTB) e Gilberto Maringoni (PSOL).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.