iG confirma com exclusividade novo lema da ex-senadora, candidata do PSB; Eduardo Campos é citado em verso

A última frase na TV do candidato Eduardo Campos, morto em acidente aéreo em Santos (SP) no dia 13 , se tornou o mote principal da campanha do PSB à Presidência da República, agora encabeçada pela ex-senadora Marina Silva.  A fala "Não vamos desistir do Brasil" inclusive dá título ao novo jingle da candidatura, que conta com o deputado federal Beto Albuquerque como vice. 

Relembre: Não vamos desistir do Brasil: última frase de Campos na TV vira lema pró-Marina

Logo após a morte do ex-governador de Pernambuco, o PSB chegou a negar que a frase poderia ser oficializada como lema da campanha de Marina. No entanto, a substituição do tema anterior - " Coragem para mudar o Brasil" -   por   "Não vamos desistir do Brasil"  se tornou inevitável com o apelo emocional que a frase ganhou após o acidente do presidenciável.

Conforme informações obtidas com exclusividade pelo iG , a adaptação da peça publicitária foi gravada na tarde da última sexta-feira (22) em um estúdio na capital paulista. Com o refrão ' Não vamos desistir do Brasil, junto com Marina" , o jingle deixa claro que a frase emblemática e a imagem de Campos acompanharão a candidata até às urnas. 

Além da frase, o ex-governador tem o nome citado em um verso do jingle logo após o refrão: " Eu, você e Marina com a força de Eduardo, com a garra do Brasil" . Há informações de que referências a Campos foram motivos de debates dentro da campanha. Enquanto um grupo pensava que menção poderia trazer tom mórbido, outro entendia que seria impossível dissociar Marina da imagem de Campos.

O novo bordão já deve ser utilizado nos próximos dias em compromissos de campanha e durante a programação obrigatória do horário eleitoral na TV e no rádio. E pode ainda estar presente no novo material de campanha de Marina aos cuidados do marqueteiro argentino Diego Brandy, que acompanhou Campos em duas vitoriosas eleições ao governo de Pernambuco.  

Mais da crise no PSB:
'Há de se ter compreensão com as pessoas', diz Marina após saída de coordenador
- PSB pedirá ajuda de Renata Campos para conter debandada na campanha de Marina

A adaptação do jingle surge no momento em que toda a campanha presidencial enfrenta reestruturações e cenário pós-crise. Na última quinta-feira (21), menos de 24h da oficialização da candidatura da ex-senadora, o secretário-geral do PSB, Carlos Siqueira deixou o posto de coodernador da campanha , função que ocupava com Campos. A posição foi assumida por Luiza Erundina , deputada federal e ex-prefeita de São Paulo.

O surgimento do novo lema

Um dia depois da morte do candidato, a frase já dava nome a três páginas nas redes sociais e estampava os perfis oficiais dos candidatos Campos e Marina. Nascia um lema extraoficial para a Coligação Unidos pelo Brasil, como foi antecipado pelo iG em reportagem

Lema já estampava caminhão do Corpo de Bombeiros durante cortejo do caixão de Campos
Fernando Frazão/Agência Brasil
Lema já estampava caminhão do Corpo de Bombeiros durante cortejo do caixão de Campos

Ainda no dia 14 de agosto, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva – principal cabo eleitoral de Dilma Rouseff (PT), candidata à reeleição – ecoou as últimas palavras de Campos: "Eu acho que uma fala que o Eduardo disse [ pouco ] antes de morrer. Ou seja, eu acho que é isso que a classe política e sobretudo a juventude que quer entrar na política precisa acreditar", disse Lula . "Ou seja, não desistir nunca do Brasil."

O poder do novo lema conquistaria um novo patamar três dias depois, durante o cortejo do caixão com os restos mortais do candidato. Ao lado dos três filhos uniformizados, o corpo de Campos percorreu as ruas do Recife em um caminhão do Corpo de Bombeiros com faixas em verde e amarelo Não vamos desistir do Brasil .  

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.