Chapa de Marina à Presidência corre contra o relógio para finalizar ajustes

Por BBC |

compartilhe

Tamanho do texto

Equipe do PSB precisa se preparar para as eleições de outubro deste ano enquanto a campanha já caminha para a reta final

BBC

Oficializada a candidatura da ex-senadora Marina Silva à Presidência pelo PSB nesta quarta-feira, a chapa corre contra o relógio para fazer ajustes na campanha e incorporar aliados da ambientalista nos altos círculos de decisão.

Embora dirigentes pessebistas digam que, com Marina, a candidatura não sofrerá alterações importantes, espera-se que a Rede Sustentabilidade, o grupo político da ex-senadora, passe a exercer influência equivalente à do PSB nos rumos da campanha.

Alan Sampaio/ iG Brasilia
Aperto de mão de Marina Silva e Beto Albuquerque, candidata e vice à Presidência

As mudanças serão feitas com o bonde em movimento: com o início da propaganda eleitoral gratuita na TV e no rádio nesta semana, a campanha já entrou em sua reta final.

Coordenador do programa de governo da chapa, o deputado federal Maurício Rands (PSB-PE) disse à BBC Brasil que é natural que Marina traga para a cúpula da campanha seus assessores mais próximos.

Ele afirmou, porém, que as alterações não afetarão a essência da candidatura.

PSB: Marina assume candidatura e coloca homens de sua confiança na campanha

"A campanha segue na mesma direção, feita em cima de um programa pactuado pelo PSB, pela Rede e pelos demais partidos aliados. A coordenação sempre foi bipartite (entre PSB e Rede) e sempre nos demos muito bem", diz.

Na cerimônia em que sua candidatura foi oficializada, Marina disse que nenhum dirigente do PSB deixaria seu posto na coordenação da campanha para dar lugar a quadros da Rede.

Apoio seletivo

Nos bastidores, porém, há incertezas sobre os próximos passos da chapa. Antes da morte do ex-candidato Eduardo Campos, no dia 13, Marina e seu grupo já haviam se estranhado com a cúpula do PSB quanto a alianças nos Estados.

Dois dos desentendimentos ocorreram quando Marina barrou a aproximação da candidatura com os políticos ruralistas Ronaldo Caiado (candidato do DEM ao Senado por Goiás) e Ana Amélia (postulante do PP ao governo do Rio Grande do Sul), gesto que irritou dirigentes pessebistas.

Propostas: Marina Silva defenderá Estado laico, PPPs e diálogo com agronegócio

Ela defendia que a chapa só se aliasse a políticos e partidos com quem mantivessem afinidades ideológicas.

Marina também se recusou a endossar alianças do PSB com o PSDB na eleição para o governo de São Paulo e com o PT na disputa para o Senado no Rio.

Em seu discurso na quarta, Marina disse que todas as alianças acertadas por Campos estão mantidas, mas que ela só apoiará as que foram costuradas com seu consentimento - o que exclui arranjos com o PSDB em São Paulo e o PT no Rio.

Candidato a vice-governador na chapa encabeçada pelo PSDB em São Paulo, o deputado federal pessebista Márcio França diz que Marina não será prejudicada caso ignore as alianças.

"Eu acho que ela tem que seguir o caminho dela", afirma. "Ela entra num perfil não-partidário, o eleitor quer vê-la sozinha".

França diz, ainda, que não pretende usar a imagem de Marina em seu material de campanha.

"Se eu tivesse que escolher, eu gostaria de continuar usando a imagem do Eduardo (Campos). Eu acho que, neste instante, é a imagem mais forte, porque o Eduardo passou, mas é o sentimento que sinto nas pessoas, de que existe um certo arrependimento: 'Poxa, não sabia que ele era assim. Se eu soubesse!'"

Marina cumpre agenda em Manaus e visita reserva Florestal Adolpho Ducke, na Zona Norte da cidade (21/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineMarina Silva tem encontro com lideranças dos movimentos negros em Salvador (20/9). Foto: Vagner Campos / MSILVACâmeras e celulares voltados para Marina Silva em dia de campanha em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista (19/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineAtor Marcos Palmeira e cantor Gilberto Gil ao lado de Marina Silva em encontro com artistas na escola de cinema Darcy Ribeiro, no Rio (17/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineAtor Marcos Nanini também demonstra apoio à Marina Silva em evento com artistas no Rio de Janeiro (17/9). Foto: Vagner Campos / MSILVAOtávio Muller é mais um ator da Globo no encontro da candidata do PSB com artistas na escola de cinema Darcy Ribeiro, no Rio (17/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineMarina Silva recebe orientações em intervalo de debate entre presidenciáveis promovido pela Confederação Nacional dos Bispos (CNBB) em Aparecida (16/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineMarina Silva fala com representantes do setor cultural e recebe apoio do cantor Gilberto Gil (15/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineDinho Ouro Preto, vocalista da banca de rock Capital Inicial, faz selfie com Marina Silva em evento em São Paulo (15/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineCineasta Fernando Meirelles e músico Dinho Ouro Preto posam com Marina em encontro da candidata do PSB com representantes do setor cultural, em São Paulo (15/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineMarina Silva tem encontro com lideranças indígenas na CNTC (Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio), em Brasília (14/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineMarina recebe carinho de seu vice Beto Albuquerque durante discurso em Ceilândia, no Distrito Federal (14/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineCelular prontos para registrar discurso de Marina Silva em Teresina, no Piauí (13/9). Foto: Leo Cabral/PSBMarina Silva faz discurso em João Pessoa, na Paraíba (13/9). Foto: Leo Cabral / PSBMarina Silva e Beto Albuquerque dão entrevista coletiva em Sobral, no Ceará (13/9). Foto: DivulgaçãoMarina Silva faz comício na Praça do Ferreira, no centro de Fortaleza (12/9). Foto: Vagner Campos/PSBPresidenciável Marina Silva (PSB) visita entidade filantrópica na zona leste, em São Paulo (10/09). Foto: DIVULGAção/PSBMarina Silva sorri durante compromisso de campanha em Belo Horizonte (9/9). Foto: Leo Cabral/ MSILVA OnlineMarina Siva visita creche no Bom Retiro, em São Paulo (8/9). Foto: Wanderley Preite/iGCrianças se apresentam para Marina Silva em creche no Bom Retiro, em São Paulo (8/9). Foto: Wanderley Preite/iGCandidata do PSB aplaude apresentação de crianças em creche em São Paulo (8/9). Foto: Wanderley Preite/iGMarina Silva também faz visita e posa para fotos no Parque da Juventude em São Paulo nesta segunda-feira (8/9). Foto: DivulgaçãoMarina Silva faz campanha em Vitória da Conquista, na Bahia (7/9). Foto: DivulgaçãoCandidata participa do lançamento da casa de Beto e Marina m Guarulhos (SP), um dos comitês de campanha (5/9). Foto: DivulgaçãoMarina Silva e o vice Beto Albuquerque têm encontro com José Ivo Sartori, candidato do governo do RS, e Pedro Simon, candidato ao Senado, em Porto Alegre (4/9). Foto: Luiz Chaves/ Sartori 15A candidata à Presidência da República pelo PSB, Marina Silva, durante debate no SBT (1/9)  . Foto: Alice Vergueiro / Futura PressMarina Silva e sei vive Beto Albuquerque têm encontro com a juventude do PSB no Rio de Janeiro (30/8). Foto: Facebook/Marina SilvaAo lado de Romário, Marina e Beto Albuquerque passeiam pela favela da Rocinha, no Rio de Janeiro (30/8). Foto: Facebook/Marina SilvaMarina Silva (PSB) discursa durante lançamento do programa de governo em São Paulo (29/08). Foto: Vitor SoranoMarina Silva (PSB) e vice Beto Albuquerque lançam o programa de governo em São Paulo (29/08). Foto: Vitor SoranoMaurício Rands, um dos coordenadores do programa de governo de Marina Silva (PSB), discursa sobre plano (29/08). Foto: Vitor SoranoMarina Silva recebe placa durante visita a FENASUCRO em Sertãozinho, interior de São Paulo (28/8). Foto:  Leo Cabral/ MSILVA OnlineA presidenciável Marina Silva (PSB) é entrevista por William Bonner e Patricia Poeta na bancada do Jornal Nacional (27/08). Foto: Globo/ João CottaMarina Silva chega para debate TV Band, o primeiro com os presidenciáveis nestas eleições (22/08). Foto: Marcos Bezerra/Futura PressEncontro entre Marina, Dilma e Aécio no debate da TV Band (26/8). Foto: Marcos Bezerra/Futura PressMarina Silva, candidata do PSB à Presidência, faz selfies durante passeio pela Bienal do Livro, em São Paulo (23/8). Foto: Vanderlei Preite Sobrinho/iGMarina Silva posta para fotos ao lado de eleitores na Bienal do livro (25/8). Foto: Vanderlei Preite Sobrinho/iGMarina Silva, candidata do PSB à Presidência, visita Bienal do livro em São Paulo (25/8). Foto: Vanderlei Preite Sobrinho/iGMarina posa para fotos ao lado de eleitores no Centro de Tradições Nordestinas, em São Paulo (25/8). Foto: DIVULGAção/PSBCandidata do PSB autografa livro no durante visita ao Centro de Tradições Nordestinas, em São Paulo (25/8). Foto: DIVULGAção/PSBMarina Silva visita Centro de Tradições Nordestinas, em São Paulo (25/8). Foto: DIVULGAção/PSBEm Recife, terra de Eduardo Campos, Marina Silva fez o seu primeiro ato de campanha como presidenciável do PSB neste sábado (23/8). Foto: DIVULGAção/PSBMarina Silva e o vice Beto Albuquerque ganham bonecos gigantes durante caminhada em Pernambuco (23/8). Foto: DIVULGAção/PSBBeto Albuquerque, Roberto Amaral, Marina Silva e  Rodrigo Rollemberg no lançamento oficial da nova chapa presidencial do PSB,em Brasília (20/08). Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaRoberto Amaral (centro), presidente do PSB, assiste aperto de mão de Marina Silva e Beto Albuquerque, componentes da chapa presidencial do partido (20/08). Foto: Alan Sampaio/ iG BrasiliaPresidenciável Marina Silva (PSB) participa da missa de sétimo dia do ex-governador Eduardo Campos (19/08). Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIAMarina Silva conforta Renata Campos, viúva de Eduardo Campos, no velório do político (17/8). Foto: Ricardo Moraes/ReutersMarina Silva, que era candidata à vice na chapa de Eduardo Campos, encontra Dilma no velório do político (17/8). Foto: Ricardo Moraes/ReutersCandidata à vice Marina Silva lamenta a morte do ex-governador Eduardo Campos (13/8). Foto: ReproduçãoMarina já tentou candidatura à Presidência em outras eleições e foi senadora. Aqui ela é vista no Congresso (20/10/2010). Foto: Antonio Cruz/ABrMarina Silva ao lado de Eduardo Suplicy, senador pelo PT (20/10/2010). Foto: Antonio Cruz/ABrMarina é cumprimentada por José Sarney durante reunião de políticos (23/05/2010). Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilEm fevereiro de 2013, Marina lança seu novo partido, o Rede Sustentabilidade (16/02/2013). Foto: José Cruz/ABr Marina conversa com Heloísa Helena no lançamento do partido Rede (16/02/2013). Foto: José Cruz/ABr Em 2014, Marina é oficializada como vice na chapa de Eduardo Campos para Presidência (14/4). Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaParceria Marina e Eduardo Campos ganhou força em 2013, quando o presidenciável rompeu com atual governo. Foto: Ueslei Marcelino/ReutersRelembre a caminhada de Marina ao lado de Campos nas eleições. Eles visitaram arcebispo do Rio (12/8). Foto: PSBAo lado de Marina, Campos visita conjunto habitacional para idosos na Paraíba (9/8). Foto: DIVULGAção/PSBEduardo Campos e Marina Silva na Fundação Abrinq (7/8). Foto: Wanderley Preite Sobrinho/iGMarina e Erondina fazem caminhada pela Bahia (3/8). Foto: Twitter/Silva_MarinaCandidata à vice-presidência do PSB, Marina Silva, é vista durante sabatina do seu companheiro de chapa, Eduardo Campos, na CNI (30/7). Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIACandidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos, e sua vice, Marina Silva, chegam a auditório para encontro na CNI, em Brasília (30/7). Foto: José Paulo Lacerda/ CNIEduardo Campos e Marina Silva inauguram casa Campos-Marina em Osasco. Local será comitê eleitoral da campanha da dupla (28/7). Foto: Facebook/Eduardo CamposMarina Silva, vice na chapa de Eduardo Campos à Presidência, se refresca em café em Belo Horizonte (22/7). Foto: Flávio Tavares/Hoje em Dia/Futura PressMarina Silva e Eduardo Campos durante coletivo para o lançamento da candidatura de dez aliados de Marina ao Legislativo (26/7). Foto: Wanderley Preite Sobrinho/iGEduardo Campos e Marina Silva visitam a Exposição Agropecuária do Crato, município do Ceará (20/7). Foto: Divulgação/Site OficialEduardo e Marina vestem kimono para acompanhar a 17ª edição do Festival do Japão, em São Paulo. Foto: Reprodução/Facebook Eduardo CamposEduardo Campo e Marina Silva registram candidatura presidencial pelo partido PSB (3/7). Foto: Reprodução/Facebook oficial PSBPSB oficializa candidatura de Eduardo Campos e Marina Silva à presidência e vice-presidência da República em Brasília (28/6). Foto: Humberto Pradera


Agronegócio

Outras dúvidas que pairam sobre a campanha dizem respeito à postura de Marina em relação ao agronegócio, um dos maiores setores da economia, que vem sendo assediado por todos os principais candidatos.

Como cabeça de chapa, Eduardo Campos vinha se esforçando para atrair votos e doações de expoentes do setor.

Ao menos em uma das tarefas ele vinha sendo bem sucedido: na primeira prestação de contas da campanha, empresas do agronegócio apareceram como suas principais doadoras.

Em sabatina recente na Confederação Nacional da Agropecuária (CNA), Campos buscou mostrar-se simpático ao setor e combater temores sobre a influência que Marina exerceria nas políticas para o campo em seu eventual governo.

Não se sabe como Marina – que politicamente sempre se posicionou no pólo contrário ao dos ruralistas – tratará do tema na campanha. Em seu discurso, ela disse que a maior parte do setor está alinhada com suas ideias quanto à necessidade de aumentar a produção sem desmatar novas áreas, e que os demais agricultores aguardam incentivos do governo para seguir por esse caminho.

O PSB tem se esforçado em sinalizar que a candidatura não representa qualquer ameaça ao setor, e a nomeação do deputado federal Beto Albuquerque (PSB-RS) para vice da chapa é parte dessa estratégia. Albuquerque é considerado um hábil negociador e visto com simpatia por membros da bancada ruralista.

"Vamos continuar desenvolvendo uma interlocução que já tinha sido feita com o agronegócio", diz o coordenador do programa de governo da chapa, Maurício Rands.

"Muitos atores importantes já sabem que não há qualquer ameaça ao agronegócio na nossa candidatura. Reconhecemos o papel do avanço tecnológico do agronegócio, seus mercados conquistados e importância para a balança comercial. É um caso de de sucesso nacional."

Leia tudo sobre: eleições 2014marina silvapsb

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas