PSB mantém anúncio de Marina na quarta, mas pode adiar nomeação de vice

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Presidente da legenda, Roberto Amaral, afirma que reunião dos partidos da coligação foi remarcada para quinta-feira (21)

Reuters

O PSB só reunirá os partidos da coligação na quinta-feira (21), após anunciar a candidatura de Marina Silva à Presidência em substituição a Eduardo Campos, que morreu num acidente aéreo na semana passada, disse nesta terça-feira o presidente da legenda, Roberto Amaral.

Líder do PSB: Marina subirá apenas em palanques que se sentir à vontade

Inicialmente, havia previsão de consulta aos demais partidos da aliança - PPS, PPL, PRP, PHS e PSL - nesta terça-feira, mas Amaral está em Recife, onde também encaminha um novo nome do partido para o posto de vice-presidente na chapa. “Nós só vamos conversar com os aliados na quinta-feira. Havia previsão de ser hoje (terça), mas eu tive de ficar aqui em Recife”, disse Amaral por telefone à Reuters.

Veja imagens de missa de sétimo dias para Campos em Brasília:

Provável candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva participou nesta terça-feira (19) da missa de sétimo dia de Eduardo Campos, em Brasília . Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIAA cerimônia aconteceu na Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida, um dos macos arquitetônicos da capital federal . Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaA missa foi concelebrada pelo arcebispo de Brasília, dom Sergio da Rocha, e os bispos auxiliares dom Leonardo Steiner e dom Marcony Vinicius Ferreira. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIAMarina é cumprimentada na missa . Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIAEx-senadora é confortada por correligionário . Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIADepois da missa, Marina fez o seu primeiro pronunciamento como candidata do PSB à Presidência  . Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIAEm seu pronunciamento, Marina fez um pequeno resgate da história de Eduardo de Campos . Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIAMarina conversa com jornalistas na saída da missa de sétimo dia de Campos . Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA

Mosaico Político: Aliados de Marina comemoram mesmo patamar de 2010

Lá na capital pernambucana, ele também participa da missa de sétimo dia em homenagem a Campos. Questionado, Amaral descartou a possibilidade de adiar o anúncio da candidatura de Marina. “A candidatura será anunciada amanhã (quarta-feira) impreterivelmente”, afirmou.

O presidente do PSB, porém, admitiu que a escolha do vice pode ser adiada. “Pode ser (adiado esse anúncio), mas a candidatura à Presidência será anunciada.”

Infográfico: Quem é quem na campanha do PSB

Além de Amaral, também estão em Recife o secretário-geral do partido, Carlos Siqueira, e o líder da bancada do PSB na Câmara, Beto Albuquerque (RS), que vem sendo apontado como o nome mais cotado para assumir a vaga de vice ao lado de Marina.

Amaral descartou também a possibilidade de Marina ter de assinar um documento assumindo compromissos políticos que tinham sido acordados por Campos. “Nós não vamos fazer exigências a Marina. Eu posso emitir uma carta com informações sobre a nova composição da chapa, mas não um documento com compromissos ou exigências”, comentou Amaral.

Leia tudo sobre: psbmarina silvaeleições 2014roberto amaral

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas