Partido destacou também em nota que a decisão sobre o substituto será tomada na quarta-feira (20), em reunião da Executiva Nacional, em Brasília

Agência Brasil

Roberto Amaral, vice-presidente do PSB
iG São Paulo
Roberto Amaral, vice-presidente do PSB

O presidente do PSB, Roberto Amaral, lançou neste domingo (17) o processo de consultas internas do partido para substutuir a candidatura de Eduardo Campos à Presidência da República.

LEIA MAIS: Marina precisa conciliar atritos e cobranças dentro da coligação do PSB

Com a morte do ex-governador de Pernambuco, a coligação Unidos pelo Brasil deve formalizar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no prazo de dez dias, a partir da data do acidente que vitimou o presidenciável, novos candidatos para presidente e vice.

“Sepultado nosso líder, o PSB abre o processo de consultas visando a construção de alternativa política consensual a ser adotada pela sua Executiva Nacional, instância partidária adequada para decisões dessa magnitude. Com esse objetivo, o presidente do PSB inicia consultas, começando pela companheira Renata Campos [viúva de Campos], a vice Marina Silva e os partidos que integram a coligação Unidos pelo Brasil”, informa a nota do partido.

O partido destacou também em nota que a decisão sobre o substituto será tomada na quarta-feira (20), em reunião da Executiva Nacional, em Brasília.

MAIS: Multidão de admiradores participa de enterro de Eduardo Campos


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.