Fechados em mansão, filhos de Campos rezam missa e mãe passa mal

Por Wanderley Preite Sobrinho - enviado iG a Recife | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Foram celebradas duas missas no jardim principal da casa da família no Recife. Local está isolado por grupo de segurança

O primeiro dia depois do acidente aéreo que vitimou o então candidato a presidência Eduardo Campos (PSB) foi de missas, lágrimas e visitas à mansão da família do ex-governador pernambucano, no Recife. A mulher, Renata Campos, e os cinco filhos do casal não saíram de casa, enquanto a mãe do político precisou ser socorrida após uma indisposição.

João Henrique, 20 anos: conheça o sucessor político, e de sangue, de Eduardo Campos

Aproximadamente 200 pessoas passaram pela mansão durante toda a quinta-feira (14). A casa, que ocupa metade de um quarteirão, fica no bairro nobre de Dois Irmãos, perto do Horto Florestal e do Zoológico e a apenas alguns quilômetros de distância da vila em que Campos nasceu, o bairro também nobre de Casa Forte.

Galeria relembra momentos de Eduardo Campos em família: 

Campos, Renata e os filhos: Maria Eduarda, 21, João, 19, Pedro, 17, José, 8, e Miguel, 6 meses . Foto: Reprodução/Instagram Eduardo Campos'Que alegria! Miguel chegou esta tarde. Um menino forte e saudável', escreveu Campos em 28 de janeiro. Foto: Reprodução/Instagram Eduardo CamposCampos ao lado dos filhos mais novos, José e Miguel. Foto: Reprodução/Instagram Eduardo CamposEduardo Campos e Renata em junho: 'Começou o São João! O Nordeste está em festa! '. Foto: Reprodução/Instagram Eduardo CamposCampos publicou foto ao lado da mulher e do filho Miguel no dia 23 de junho, durante a Copa: 'Já na torcida'. Foto: Reprodução/Instagram Eduardo CamposFoto postada por Campos mostra a família reunida na abertura da Copa. Foto: Reprodução/Instagram Eduardo CamposFoto postada por Campos no dia 1º de junho: 'Almoço em família. Barbalha - CE'. Foto: Reprodução/Instagram Eduardo CamposEduardo Campos e o filho José, de 8 anos. Foto: Reprodução/Instagram Eduardo CamposA família toda mais uma vez reunida no Parque Ibirapuera, em São Paulo. Foto: Reprodução/Instagram Eduardo CamposCampos, que se mudou com a família para SP na campanha, também foi conhecer o Parque Villa-Lobos, em abril. Foto: Reprodução/Instagram Eduardo Campos20 de abril: 'Hoje visitamos o Santuário Nacional de Aparecida e assistimos a Santa Missa na Basílica'. Foto: Reprodução/Instagram Eduardo CamposEu, Renata e José estivemos com @thiaguinhocomth', postou no dia 22 de maio . Foto: Reprodução/Instagram Eduardo Campos

A residência fica a aproximadamente 15 quilômetros do centro, em um canto da cidade rodeado de árvores e distante da população, que, por isso mesmo, não apareceu para homenageá-lo durante todo o dia.

Data definida: Eduardo Campos será enterrado ao lado do avô no domingo

Sob ordens da prefeitura, um grupo de segurança montou guarda em frente à porta e isolou a calçada com uma fita para que a imprensa não filmasse ou fotografasse o jardim principal da casa, onde a maior parte dos convidados confraternizaram e onde foram rezadas duas missas. Em uma delas, 150 pessoas estavam presentes

Leia mais: Marina pede respeito e que não se fale em política até enterro de Campos

Na segunda celebração, o filho mais velho, João Henrique Campos (20), leu trechos da Bíblia. “Estamos atendendo a um pedido de Dom Fernando [Saburido, Arcebispo de Recife e Olinda] de levar a fé de Jesus para a família, uma forma de manter os corações serenos”, afirmou o Frei Rinaldo ao deixar o casarão.

No início da tarde, um dos familiares finalmente deixou a casa, a mãe de Eduardo, Ana Arraes, ministra do Tribunal de Contas da União. Abatida e emocionada, foi levada de táxi a um hospital depois de passar mal. Voltou por volta das 15h30 sem conversar com a imprensa.

Rotina da Família

Campos era conhecido em Recife por surpreender seus eleitores ao aparecer em lugares públicos como shopping e bares sem a companhia de seguranças. A família, no entanto, nunca abriu mão.

E também: 'Pernambuco está de luto', diz eleitora sobre a morte de Eduardo Campos

Sábado era o dia preferido de Renata e os filhos visitarem o Shopping Plaza Casa Forte, centro de compras da elite local. Sempre a bordo de um Hilux prateado, a família circulava entre dois carros pretos, repletos de segurança.

Campos e Renata se conheceram na infância, casaram e desde então ela é descrita como uma mulher reservada, dedicada a cuidar dos filhos e sempre colada ao marido. De poucas palavras, não conversou com a imprensa desde o acidente de quarta-feira, em Santos, litoral de São Paulo. De acordo com amigos, ela busca serenidade para confortar os cinco filhos, um deles de apenas sete meses.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas