Marina pede respeito e que não se fale em política até enterro de Campos

Por Ana Flávia Oliveira - iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Porta-voz da Rede, Walter Feldman disse que ex-senadora orientou partidários a não discutir "desdobramentos políticos"

Karina Zambrana/ASCOM/MS
Walter Feldman: "É um momento de chorar os mortos e nos solidarizarmos com as famílias"

O porta-voz da Rede, deputado Walter Feldman, afirmou nesta quinta-feira (14) que a candidata a vice-presidente na chapa presidencial do PSB, Marina Silva, orientou membros do partido a não citar possíveis "desdobramentos políticos" até a conclusão dos trabalhos de identificação, velório e sepultamento do ex-governador  Eduardo Campos, morto em acidente aéreo na quarta-feira em Santos (SP).

"Marina tem recomendado que neste momento até a identificação, velório e sepultamento em respeito aos familiares de Campos. É um momento de chorar os mortos e nos solidarizarmos com as famílias", disse o deputado aos jornalistas, após visitar o Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo, onde os restos mortais de Campos e seis vítimas estão sendo identificados.

Leia mais: Para PT e PSDB, clima de comoção pode impulsionar Marina Silva

Questionado sobre a possível substituição de Campos na corrida presidencial, Feldman citou que o Brasil precisa de um programa e não um novo candidato. "Acredito que vamos conseguir provar isso agora sem Eduardo Campos. É possível mantermos os sonhos que foram inspirados nas primeiras conversas [entre Rede e PSB]".

ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA
Marina Silva não quer discussões sobre chapa do PSB antes do sepultamento de Eduardo Campos


Ele afirmou ainda que a coligação entre Marina e Campos não deve sofrer consequências após a morte do candidato. "PSB tem um peso determinando neste processo, mas há uma coligação que deverá definir os rumos [da campanha]. Alguns têm explorado essa ideia de que sem o Eduardo não é possível essa coligação. Eu diria muito pelo contrário", defendeu.

Para Feldman, o legado do ex-governador é a aliança que caracteriza seu programa de governo. "Evidentemente que ele [Campos] gostaria que [o programa] continuasse apesar da ausência dele."

Cenário: PSB tenta superar divergências e decidir destino de Marina Silva

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas