Investigação sobre acidente de Campos deve se prolongar por pelo menos um ano

Por Wilson Lima - iG Brasília |

compartilhe

Tamanho do texto

Informações preliminares tendem a ser concluídas nos próximos dois meses, mas análise definitiva deve se prolongar

As investigações sobre as causas do acidente com a aeronave Cessna 560 XL em Santos, no litoral de São Paulo, na qual estava o ex-governador de Pernambuco e presidenciável Eduardo Campos (PSB), tendem a se estender por pelo menos um ano, conforme fontes ligadas ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) contatados pelo iG.

Acidente aéreo: Morre Eduardo Campos, candidato do PSB à Presidência

Confira imagens do acidente aéreo que matou o candidato Eduardo Campos

Vídeo mostra momento exato da explosão do avião de Eduardo Campos. Assista

O processo de apuração sobre as causas do acidente começaram na tarde desta quarta-feira e, segundo o Comando da Aeronáutica, a caixa preta do avião chegou à meia noite em Brasilia e já foi encaminhada para o Laboratório de Leitura e Análise de Dados de Gravadores de Voo (LABDATA) do Cenipa. Segundo a Aeronáutica, já foi iniciado o processo de “desmontagem para o acesso à memória interna e avaliação das condições de leitura dos dados.”

Movimentação no local da queda da aeronave do candidato PSB, Eduardo Campos. (14/08). Foto: delamonica/Futura PressMovimentação no local da queda da aeronave do candidato PSB, Eduardo Campos. (14/08). Foto: delamonica/Futura PressMovimentação no local da queda da aeronave do candidato PSB, Eduardo Campos. (14/08). Foto: delamonica/Futura PressMovimentação no local da queda da aeronave do candidato PSB, Eduardo Campos. (14/08). Foto: delamonica/Futura PressMovimentação no local da queda da aeronave do candidato PSB, Eduardo Campos. (14/08). Foto: delamonica/Futura Press Local da queda da aeronave do candidato Eduardo Campos em Santos (14/08).. Foto: delamonica/Futura PressLocal da queda da aeronave do candidato Eduardo Campos em Santos (14/08).. Foto: delamonica/Futura PressLocal da queda da aeronave do candidato Eduardo Campos em Santos (14/08).. Foto: delamonica/Futura PressLocal da queda da aeronave do candidato Eduardo Campos em Santos (14/08).. Foto: delamonica/Futura PressViaturas da Polícia Federal realizam a segurança na porta do IML, na manhã desta quinta-feira. (14/08). Foto: Leonardo Benassatto/Futura Press Local da queda da aeronave do candidato Eduardo Campos em Santos (14/08).. Foto: delamonica/Futura Press Local da queda da aeronave do candidato Eduardo Campos em Santos (14/08).. Foto: delamonica/Futura Press Local da queda da aeronave do candidato Eduardo Campos em Santos (14/08).. Foto: delamonica/Futura Press Local da queda da aeronave do candidato Eduardo Campos em Santos (14/08).. Foto: delamonica/Futura PressSoldados do Exército recuperam objetos da aeronave de Eduardo Campos em Santos (13/08). Foto: delamonica/Futura PressImagens do acidente que matou o candidato Eduardo Campos no litoral paulista (13/08). Foto: Fotos PúblicasImagens do acidente que matou o candidato Eduardo Campos no litoral paulista (13/08). Foto: Fotos PúblicasImagens do acidente que matou o candidato Eduardo Campos no litoral paulista. Foto: Fotos PúblicasImagens do acidente que matou o candidato Eduardo Campos no litoral paulista (12/08). Foto: Fotos PúblicasProfissional do IML busca restos mortais em casas atingidas pela aeronave, em Santos (13/08). Foto: Nara Assunção/ Jornal BoqnewsMoradores observam estragos após queda de jato particular, que matou Campos, em Santos (13/08). Foto: Nara Assunção/ Jornal BoqnewsBombeiro recolhe possível destroço de aeronave que caiu nesta terça-feira (13/08). Foto: Nara Assunção/ Jornal BoqnewsSoldados do Exército recuperam objetos da aeronave de Eduardo Campos em Santos (13/08). Foto: delamonica/Futura PressSoldados do Exército recuperam objetos da aeronave de Eduardo Campos em Santos (13/08). Foto: delamonica/Futura PressSoldados do Exército recuperam objetos da aeronave de Eduardo Campos em Santos (13/08). Foto: delamonica/Futura PressEstragos causados pela queda da aeronave do candidato do PSB, Eduardo Campos em Santos (13/08) . Foto: delamonica/Futura PressMovimentação de bombeiros na região onde caiu a aeronave de Eduardo Campos. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressMovimentação de bombeiros na região onde caiu a aeronave de Eduardo Campos. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressMovimentação de bombeiros na região onde caiu a aeronave de Eduardo Campos. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressMovimentação de bombeiros na região onde caiu a aeronave de Eduardo Campos. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressSoldados do Exército recuperam objetos da aeronave de Eduardo Campos em Santos (13/08). Foto: delamonica/Futura PressFoto do piloto Marcos Martins com a mulher Flávia e o filho. Foto: ReproduçãoPiloto Marcos Martins na estátua de Padre Cícero, em Juazeiro do Norte (CE). Foto: ReproduçãoPágina da rede social do piloto Martins exibia imagens do jato que caiu em Santos. Foto: ReproduçãoO fotógrafo Alexandre Severo também morreu no acidente que matou Campos em Santos (13/08) . Foto: Reprodução/InstagramAssessor Carlos Augusto Leal Filho e o cinegrafista Marcelo Lyra morreram no acidente (13/08) . Foto: Reprodução/InstagramEstragos causados pela queda da aeronave do candidato do PSB, Eduardo Campos em Santos (13/08) . Foto: delamonica/Futura PressEstragos causados pela queda da aeronave do candidato do PSB, Eduardo Campos em Santos (13/08) . Foto: delamonica/Futura PressEstragos causados pela queda da aeronave do candidato do PSB, Eduardo Campos em Santos (13/08) . Foto: delamonica/Futura PressEstragos causados pela queda da aeronave do candidato do PSB, Eduardo Campos em Santos (13/08) . Foto: delamonica/Futura PressEstragos causados pela queda da aeronave do candidato do PSB, Eduardo Campos em Santos (13/08) . Foto: delamonica/Futura PressEstragos causados pela queda da aeronave do candidato do PSB, Eduardo Campos em Santos (13/08) . Foto: delamonica/Futura PressEstragos causados pela queda da aeronave do candidato do PSB, Eduardo Campos em Santos (13/08) . Foto: delamonica/Futura PressEstragos causados pela queda da aeronave do candidato do PSB, Eduardo Campos em Santos (13/08) . Foto: delamonica/Futura PressEstragos causados pela queda da aeronave do candidato do PSB, Eduardo Campos em Santos (13/08) . Foto: delamonica/Futura Press Eduardo Campos estava em avião que caiu em Santos  (13/08) . Foto: Futura Press Eduardo Campos estava em avião que caiu em Santos (13/08)  . Foto: Futura Press Eduardo Campos estava em avião que caiu em Santos (13/08)  . Foto: Futura Press Eduardo Campos estava em avião que caiu em Santos (13/08)  . Foto: Futura Press Eduardo Campos estava em avião que caiu em Santos (13/08)  . Foto: Futura Press Eduardo Campos estava em avião que caiu em Santos (13/08)  . Foto: Futura Press  Eduardo Campos estava em avião que caiu em Santos (13/08)  . Foto: Futura Press  Eduardo Campos estava em avião que caiu em Santos (13/08)  . Foto: Futura Press  Eduardo Campos estava em avião que caiu em Santos (13/08)  . Foto: Reprodução  Eduardo Campos estava em avião que caiu em Santos (13/08)  . Foto: Reprodução  Eduardo Campos estava em avião que caiu em Santos (13/08)  . Foto: Reprodução internet

Além disso, os demais destroços da aeronave já estão sendo coletados para avaliação dos investigadores. Segundo a Aeronáutica, apenas durante as investigações será definido o destino das peças para análises e pesquisas. Técnicos do Cenipa ainda coletam destroços da aeronave.

Ao todo, vinte peritos estão em Santos no trabalho inicial de investigação. Oito técnicos do Cenipa e outros 12 da Polícia Federal (PF). Os peritos do Cenipa se concentram na análise técnica do acidente e os membros da PF buscam informações sobre as responsabilidades criminais do acidente.

A expectativa inicial é que o relatório preliminar seja divulgado nos próximos dois meses. Mas o relatório final deve demorar no mínimo um ano para ser concluído pelas estimativas mais otimistas de fontes ligadas ao Cenipa. A tendência é que a investigação dure em torno de dois anos.

Historicamente, a investigação de acidentes aéreos é um processo considerado longo e penoso. As investigações sobre o acidente com o vôo 3054 da TAM em Congonhas, em 2007 e que resultou na morte de 199 pessoas, por exemplo, demorou um ano e dez meses. O relatório final do acidente com o voo 1907 da Gol, ocorrido em 2006 com 154 mortos, demorou dois anos e meio para ser divulgado.

Leia tudo sobre: eleições 2014morte de camposCamposSantosAcidente avião

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas