Seis agentes estão indo para cidade trabalhar nas apurações do acidente que também deve ter a participação do Ceinpa

Seis peritos da Polícia Federal (PF) foram convocados para se dirigirem para Santos ajudar nas investigações relacionadas ao acidente com o avião onde estava o candidato o ex-governador de Pernambuco e candidato à presidência da república, Eduardo Henrique Accioly Campos.

Os peritos da PF vão ajudar no processo de identificação dos corpos e também das causas do acidente. Eles devem trabalhar em conjunto com o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), órgão da Forca Aérea Brasileira (FAB), responsável pela apuração de acidentes com aeronaves. Em Santos, inclusive, já tem uma equipe do Cenipa trabalhando na identificação das causas do acidente.

Pelas primeiras informações divulgadas pela FAB, existem duas hipóteses que começam a ser investigadas: um possível erro do piloto ou uma falha mecânica, apesar do avião estar com todas as suas revisões em dia, conforme informações da FAB.

Leia mais: Mulher e filho de Eduardo Campos não estavam no avião que caiu em Santos

A FAB informou que a aeronave decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao aeroporto de Guarujá (SP). Segundo a FAB, quando o avião se preparava para pouso, o avião arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.