Pensar agora no substituto seria desonrar Campos, diz dirigente do PSB

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

"Vamos continuar a nossa luta, mas enfraquecidos", declarou ao iG Roberto Amaral, vice-presidente do PSB

Logo após desembarcar em São Paulo de um voo vindo do Rio de Janeiro nesta quarta-feira (13),  o vice-presidente nacional do PSB, Roberto Amaral, falou à reportagem do iG sobre a morte do presidenciável de seu partido, Eduardo Campos.  

"Com muita dor, a dor de quem perde um amigo, de um partido que perde a sua principal liderança, de um País que perde um estadista", disse Amaral, revelando como recebeu a notícia de morte do correligionário. O vice-presidente admitiu ainda que a candidatura do PSB sai abalada do acontecimento.  "Vamos continuar a nossa luta, mas enfraquecidos sem a ajuda (dele), mas vamos honrar o legado",  completou.  

Papo na Redação: Horário eleitoral e divergências pedem definição rápida no PSB

Emocionado, Amaral disse que não vai ser nada fácil falar com a família de Campos depois do acontecido. "Vai ser muito difícil falar com Renata", afirmou o dirigente do PSB, com a voz embargada.  

O PSB tem dez dias para definir o substituto de Campos, mas Amaral foi categórico ao dizer que o partido não vai discutir esta questão neste momento de pesar.

"Pensar nisso agora seria até desonrar a memória de Eduardo, isso não é a nossa preocupação no momento. Nossa preocupação é recolher os restos dele, homenageá-lo e com o tempo nós vamos pensar nas coisas que ficaram, mas não vamos pensar nisso agora e nem queremos pensar nisso agora, nós temos tempo para isso", afirmou Amaral. 

Na entrevista, concedida no aeroporto de Congonhas, Amaral revelou que esteve com Campos na noite anterior a do acidente, num encontro no Rio de Janeiro com Dom Orani Tempesta, arcebispo da capital fluminense. "Tivemos uma reunião muito boa no Rio na noite de terça-feira."

Saiba mais: Morte de Campos pode sensibilizar indecisos e favorecer Marina

Leia tudo sobre: eleições 2014morte de camposEduardo CamposCampos

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas