'É uma tragédia em todos os aspectos, para a família, amigos e para o País', declarou o petista

Alexandre Padilha lamentou a morte de Campos
Paulo Pinto/ Analítica
Alexandre Padilha lamentou a morte de Campos

Candidato do PT ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha se emocionou no início da tarde desta quarta-feira (13) ao ser informado da morte do presidenciável Eduardo Campos (PSB), depois de um acidente aéreo na cidade paulista de Santos.  

Em caminhada na zona leste de São Paulo, Padilha chegou a chorar e cancelou imediatamente a visita que faria à Praça Nossa Senhora da Penha, no bairro da Penha. 

Padilha também manifestou seu pesar pela morte de Campos em uma nota: 

“A morte de Eduardo é uma tragédia em todos os aspectos, para a família, amigos e para o país, que perde um político sério e comprometido com seus princípios. E é um enorme baque para os políticos da minha geração. Fomos companheiros na equipe do presidente Lula, convivi muito com ele e com a sua família. Éramos amigos. Neste momento o que podemos fazer é estarmos próximos aos familiares dele, da esposa Renata, da sua mãe Ana Arraes, de seu pequeno Miguel e demais filhos, Maria Eduarda, João, Pedro e José”, declarou Padilha em comunicado.

Leia mais: Políticos lamentam a morte de Eduardo Campos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.