Prefeitos vêm apoiando Alckmin apesar de legenda ter se coligado ao PT nas disputas pela Presidência, Senado e governo

Depois a reação irritada do senador Antônio Carlos Rodrigues (PR-SP) sobre a notícia de traições em curso no partido , o presidente da legenda, José Tadeu Candelária, enviou ao iG uma nota em que reafirma, de forma branda, a decisão do partido, firmada em convenção, de apoiar os candidatos do PT à Presidência, ao governo do Estado e ao Senado.

Com PT só na TV: Prefeitos do PR abrem temporada de traições e apoiam Alckmin

Candelária não cita os prefeitos e vereadores, que estão aderindo à campanha do governador Geraldo Alckmin, candidato do PSDB à reeleição, mas conclama os correligionários à unidade política. Veja a íntegra da nota:

Esclarecemos que a Direção Estadual do PR-SP reitera sua posição de unidade da legenda republicana em torno da candidatura de Dilma para presidente; Padilha para governador de São Paulo e Suplicy para senador.

Tal posição resulta de decisão em convenções, nacional e estadual, devidamente homologada junto à Justiça Eleitoral, respeitando o princípio de vontade da maioria.

Portanto, reiteramos a todos os republicanos do Estado de São Paulo a mensagem de unidade política que sempre marcou o PR nos cursos das eleições.

Veja imagens da campanha eleitoral de Alckmin:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.