Centrais sindicais vetam Padilha, mas Lula e Dilma fazem campanha em nome dele

Por Wanderley Preite Sobrinho - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Candidato do PT ao governo paulista acompanha encontro do chão, juntamente com os trabalhadores que se reuniram em SP

Proibido de subir no palanque pela maioria das centrais sindicais que se reuniram na quinta-feira (7) com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para apoiar a candidatura de reeleição de Dilma Rousseff, Alexandre Padilha, candidato do PT ao governo paulista, não foi deixado de lado pela dupla, que ignorou os aliados e pediu votos ao ex-ministro da Saúde.

Com Dilma: Lula diz que futuro pregado por opositores começou com sua eleição

Wanderley Preite Sobrinho/iG
Candidato do PT ao governo de São Paulo, ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha, acompanha encontro de centrais sindicais com Dilma e Lula

Sabatina: Não subestimem a força do PT em São Paulo, diz Padilha

Padilha acompanhou o encontro do chão, juntamente com os trabalhadores que se reuniram no Ginásio da Portuguesa, zona norte de São Paulo. Anunciado discretamente ao microfone, ele aproveitou a plateia para fazer corpo a corpo e tirar fotos com possíveis eleitores.

Lula não deixou por menos. Agradeceu o apoio dos sindicalistas à Dilma, mas alfinetou os aliados quando decidiu anunciar seu voto ao apadrinhado político. “Companheiro Alexandre Padilha, se você não tem o apoio de todas as centrais, pelo menos o meu candidato a governador pelo Estado de São Paulo é você.”

Pesquisa Ibope para governo SP: Alckmin tem 50%, Skaf, 11%, e Padilha, 5%

Mais adiante, quando o ex-presidente provocava a oposição ao dizer que o futuro do Brasil começou com sua eleição presidencial, em 2002, Padilha foi lembrado como o homem responsável pelo Mais Médicos. “Quando você [Dilma] e o Padilha levaram o Mais Médicos para a periferia, ficou provado que, se para eles futuro é abstrato, para nós o futuro é o povo governando junto.”

Veja imagens da campanha eleitoral de Alexandre Padilha:

Padilha usa megafone em dia de campanha em Jaú, no interior de São Paulo (22/9). Foto: Paulo Pinto/ AnalíticaPadilha vesta camisa a favor de Dilma e anda de bicicleta ao lado de Fernando Haddad, prefeito de São Paulo, na capital paulista (21/9). Foto: Paulo Pinto/AnaliticaPadilha faz campanha em feira na zona norte de São Paulo (21/9). Foto: Paulo Pinto/AnaliticaDilma Rousseff faz campanha em São Paulo ao lado dos petistas Alexandre Padilha, candidato ao governo, e Eduardo Suplicy, candidato ao Senado (20/9). Foto: Paulo Pinto/AnaliticaPadilha faz campanha em Birigui, no interior de São Paulo, e conhece fábrica de sapatos (18/9). Foto: Paulo Pinto/Fotos PúblicasPadilha posa com crianças e adolescentes da Associação Capão Cidadão e Bloco do Beco, em Capão Redondo (18/9). Foto: Paulo Pinto/Fotos PúblicasAlexandre Padilha joga futebol durante visita à escola em caminhada em Araras, no interior de São Paulo (10/9). Foto: Paulo Pinto/AnaliticaPadilha e Lula em evento do diretório nacional do PT, em São Paulo. Ex-presidente também faz campanha com o candidato ao governo paulista (5/9). Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula Padilha faz campanha e caminhada com mulheres em São Paulo (13/9). Foto: Paulo Pinto/AnaliticaPrefeito Fernando Haddad, candidato ao governo Alexandre Padilha, ex-presidente Lula e candidato ao senado Eduardo Suplicy em carreata petista em SP (13/9). Foto: Paulo Pinto/AnaliticaEduardo Suplicy faz campanha em Parelheiros com Ministra Marta Suplicy e o candidato do PT ao governo São Paulo, Alexandre Padilha . Foto: Divulgação/PTPadilha é abraçado por eleitores durante caminhada Heliópolis, na periferia de São Paulo (30/8). Foto: Paulo Pinto/AnaliticaDilma e Padilha, candidato ao governo de São Paulo, fazem encontro com juventude na capital paulista (11/8). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Comitiva do PT em carreata por Osasco. Na foto aparecem Dilma, Padilha, Marta e Eduardo Suplicy (9/8). Foto: Paulo Pinto/AnaliticaCandidato do PT ao governo de São Paulo, ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha, acompanha encontro de centrais sindicais com Dilma e Lula (7/8). Foto: Wanderley Preite Sobrinho/iGAlexandre Padilha, candidato do PT ao governo paulista, durante sabatina no jornal O Estado de S.Paulo (7/8). Foto: Paulo Pinto/ AnalíticaAlexandre Padilha, na companhia de Lula, acompanha troca de turno da fábrica da Ford em São Bernardo do Campo (5/8). Foto: Ricardo Stuckert/Instituto LulaEduardo Suplicy, candidato ao Senado por SP, e Alexandre Padilha, candidato ao governo do Estado pelo PT, são vistos antes de sabatina (7/8). Foto: Vitor SoranoAo lado do prefeito Fernando Haddad, Alexandre Padilha faz caminhada pelo Grajaú (3/8). Foto: Twitter/@PadilhandoMarta Suplicy ataca de fotógrafa durante caminha com Padilha em São Matheus (2/8). Foto: Twitter/@PadilhandoPadilha visita Mercado de Paranapiacaba durante Festival de Inverno (27/7). Foto: Twitter/@PadilhandoNa chuva, Padilha faz campanha pelas ruas de Franco da Rocha (24/7). Foto: Twitter/@PadilhandoPetista Alexandre Padilha faz discurso nas ruas de São Bernardo, região do Grande ABC (21/7). Foto: Twitter/@Padilha13SPPadilha se encontra com arquiteto Ruy Ohtake durante a Festa das Nações, em São Paulo (20/7). Foto: Twitter/@Padilha13SPPadilha tocou violão ao lado de Nivaldo Santana, seu vice, durante caminhadas pelos bairros M’Boi Mirim, Jardim Ângela e Piraporinha (19/7). Foto: Georgia BrancoMais um momento da caminhada de Alexandre Padilha por M’Boi Mirim, Jardim Ângela, Piraporinha (19/7). Foto: George BrancoAlexandre Padilha faz caminhada pelo centro de São Paulo para lançar sua candidatura ao governo. Lula marcou presença no evento (18/7). Foto: PAULO PINTOPadilha discursa para população na Praça da Sé, em São Paulo, ao lado de Emidio de Souza, presidente do PT em São Paulo. Foto: PAULO PINTOAlencar, deputado estadual do PT, e o senador Eduardo Suplicy também participaram da caminhada em São Paulo (18/7). Foto: Twitter/@Padilha13SPPadilha conversa com militantes do PT em auditório de faculdade em São Paulo (16/7). Foto: Georgia BrancoFernando Haddad, prefeito de São Paulo, apoia Alexandre Padilha em evento em São Paulo (16/7). Foto: Georgia BrancoMomento selfie de Padilha com militantes do PT em auditório de faculdade em São Paulo (16/7). Foto: Georgia BrancoAlexandre Padilha caminha pela represa Jaguarí, parte do Sistema Cantareira, em São Paulo. Represa está parcialmente seca (11/7). Foto: Emiliano CapozoliEncontro entre Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians, e Alexandre Padilha, candidato do PT ao governo de São Paulo (10/7). Foto: Twitter/@PadilhandoPadilha vibra com classificação da seleção brasileira para a semifinal da Copa do Mundo em bar em São Paulo (4/7). Foto: Twitter/@PadilhandoPadilha recebe o título de cidadão de Carapicuíba (4/7). Foto: Twitter/@PadilhandoConvenção do PT oficializa Alexandre Padilha como candidato do partido ao governo de São Paulo (15/6). Foto: Futura PressPadilha, ex-ministro de Lula e de Dilma, carrega bandeira de São Paulo durante evento do PT na capital (15/6). Foto: Futura Press18º Encontro Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) de São Paulo, no Ginásio do Canindé, em São Paulo (15/6). Foto: Futura PressEleitores se reúnem para convenção do partido em São Paulo (15/6). Foto: Futura Press

Mesmo reivindicando um lugar no palanque do candidato do PMDB ao governo paulista, Paulo Skaf, Dilma aproveitou o programa federal para fazer campanha a Padilha. “O que vale para a educação vale para a saúde, né Padilha? Não tem saúde sem médico.”

Pose: Em baixa nas pesquisas ao governo de SP, Padilha tenta sair bem na foto

A candidata-presidente lembrou que o projeto atende 50 milhões de brasileiros, principalmente nas periferias das grandes cidades, como São Paulo. “O Mais Médicos vai durar enquanto o povo brasileiro precisar dele. Ele só tem prazo de validade na cabeça de quem não tem sensibilidade social.”

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas