PSDB pede "investigação profunda" sobre suposta fraude na CPI da Petrobras

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Matéria desta semana da revista Veja mostra como governo e lideranças do PT teriam treinado os depoentes para a comissão

Em nota enviada à imprensa, neste sábado (2), o PSDB classificou como gravíssima a suposta fraude na CPI da Petrobras, mostrada por reportagem da edição desta semana da revista Veja, e pediu uma investigação profunda sobre o caso. O partido ainda anunciou que apresentará, já na segunda-feira (4), "as representações necessárias para a responsabilização daqueles que estão envolvidos nessa farsa denunciada e comprovada pela imprensa nacional".

Agência Brasil
A presidente da estatal, Graça Foster, durante depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito

A reportagem da publicação é embasada principalmente em um vídeo que traz uma reunião entre José Eduardo Sobral, chefe do escritório da estatal em Brasília, Bruno Ferreira, advogado da empresa, e uma terceira pessoa não-identificada. Segundo a revista, governo e lideranças petistas repassaram previamente aos principais depoentes da CPI as perguntas que seriam feitas por parlamentares a fim de combinar as respostas. A comissão foi aberta no primeiro semestre para investigar contratos superfaturados da Petrobras, como a compra de uma refinaria em Pasadena (EUA).

"Os senadores envolvidos e as pessoas que foram depor à CPI agiram como personagens de uma farsa e, mais do que isso, personagens de um crime. É impossível que a presidente Dilma não soubesse de nada", disse o senador Aloysio Nunes Ferreira, candidato a vice-presidente da República pelo PSDB. "Eles (o governo e o PT) perderam completamente os limites. A CPI já era chapa-branca, mas agora parecem ter medo até de CPI chapa-branca e armaram toda a farsa."

Leia também:
Senado instala CPI da Petrobras
Congresso instala CPI mista da Petrobras com mesmo presidente da CPI do Senado

"Esse caso documentado consagra como verdadeira a denúncia que o PSDB já vem fazendo da tentativa do governo de escamotear a verdade, acobertando os fatos relacionados à Petrobras", prosseguiu o também senador tucano Álvaro Dias. "A CPI da Petrobras se tornou a CPI do conluio entre o governo e parlamentares governistas, com a adoção da estratégia da malandragem para jogar para debaixo do tapete toda a sujeira que há na Petrobras."

O PSDB afirma que pedirá investigação ao Ministério Público, Conselho de Ética do Senado Federal, departamentos disciplinares do Ministério das Relações Institucionais da Petrobrás e ao Senado Federal.

Leia tudo sobre: cpi da petroprasptpsdbnestor cerveródilma rousseff

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas