Esta é a primeira visita de um chefe de Governo do Japão ao Brasil em mais de dez anos. No sábado, Abe visita São Paulo

Agência Brasil

Em visita oficial ao Brasil, o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe , foi recebido nesta sexta-feira (1º) pela presidente  Dilma Rousseff  na rampa do Palácio do Planalto. Esta é a primeira visita de um chefe de Governo do Japão ao Brasil em mais de dez anos. No Planalto, os líderes participam de reunião bilateral com ministros dos dois países.

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, é recebido pela presidente Dilma Rousseff no Planalto
Alan Sampaio / iG Brasília
O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, é recebido pela presidente Dilma Rousseff no Planalto

Segundo o Ministério das Relações Exteriores (MRE), são temas do encontro a ampliação e diversificação do comércio entre as duas nações e a expansão dos investimentos japoneses no Brasil nas áreas de construção naval, infraestrutura, ciência, tecnologia e inovação. Depois da reunião no Palácio do Planalto, Abe e Dilma farão pronunciamento à imprensa e irão para o Palácio Itamaraty, onde se encontrarão com grandes empresários brasileiros e japoneses. A presidente oferecerá almoço em homenagem ao primeiro-ministro do Japão.

À tarde, Abe tem agenda na Embaixada do Japão em Brasília. No sábado, em São Paulo, o primeiro-ministro se encontrará com a comunidade japonesa e com executivos brasileiros e dirigentes de empresas japonesas. De acordo com o MRE, cerca de 1,6 milhão de cidadãos com origem japonesa vivem no Brasil, a maioria no Estado de São Paulo.

Em 2015, as relações nipo-brasileiras, estabelecidas em 1895, completarão 120 anos. A comemoração, no próximo ano, também deve ser tratada por Dilma e Abe. O Japão é parceiro mais tradicional do Brasil na Ásia, embora em volume de comércio esteja atrás da China. Entre todas as nações, o país é o sexto maior parceiro comercial do Brasil. Em 2013, as trocas bilaterais alcançaram US$ 15 bilhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.