Candidatos no Rio Grande do Sul disputam 8 milhões de eleitores

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Governador Tarso Genro (PT) concorre à reeleição na coligação formada com o PTC, PCdoB, PROS, PPL, PTB e PR

Agência Brasil

No dia 5 de outubro, oito candidatos disputarão o voto de 8.392.033 eleitores gaúchos para chegar ao Palácio Piratini, sede do governo do Rio Grande do Sul. Na disputa, está o comando do quarto maior Produto Interno Bruto (PIB) do País, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Eleições 2014: 171 candidatos a governador disputam a preferência do brasileiro

Twitter/@tarsogenro
Governador do Rio Grande do Sul e candidato à reeleição, Tarso Genro, posta foto em dia frio em Santa Cruz do Sul (26/7)

Com 11.164.043 de habitantes, segundo o Censo 2013, o Rio Grande do Sul tem uma economia diversificada, com destaque para o setor agropecuário, responsável por 62,1% do PIB estadual, seguido pela indústria (29%) e serviços (8,7%).

Atual governador do Estado, Tarso Genro (PT), concorre à reeleição na coligação formada com o PTC, PCdoB, PROS, PPL, PTB e PR. A deputada Abgail Pereira (PCdoB) é a candidata a vice em sua chapa. Natural de São Borja, Tarso nasceu em 1947, formou-se em direito pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e é especialista em direito trabalhista. Foi deputado constituinte e depois deputado federal entre 1990 e 1992. Vice-prefeito de Porto Alegre entre 1989 e 1992, governou a capital por duas gestões, entre 1993 e 1996 e entre 2001 e 2002. Também foi titular dos ministérios da Justiça, da Educação e da Articulação Política, todos durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A senadora Ana Amélia Lemos (PP) concorre à vaga no Palácio Piratini na coligação formada pelo PP, PRB, PSDB e SD. O candidato a vice na chapa é o deputado estadual Cassiá Carpes (SD). Nascida em Lagoa Vermelha, em 1945, Ana Amélia Lemos é formada em comunicação social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Como profissional de jornalismo, trabalhou por 33 anos na RBS, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Sul, na área de economia. Esta é a segunda disputa eleitoral de Ana Amélia. Na primeira, em 2010, elegeu-se para o Senado.

Também na corrida eleitoral pelo governo gaúcho, Roberto Robaina (PSOL) é um dos fundadores de seu partido no Estado. Nascido na capital gaúcha em 1967, Robaina é formado em história, foi diretor do Sindicato dos Bancários e candidato ao governo do Rio Grande do Sul em 2006. Em 2012, disputou a prefeitura de Porto Alegre. Nesta eleição, ele concorre na chapa formada com o PSTU. A jornalista Gabi Tolotti (PSOL) será a candidata a vice.

O deputado federal pelo PDT Vieira da Cunha também é candidato ao cargo máximo do Rio Grande do Sul pela chapa formada pelo PDT, PSC, DEM, PV e PEN. De Porto Alegre, Vieira da Cunha é formado em ciências jurídicas e sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Já foi vereador de Porto Alegre e deputado estadual. O advogado e empresário Flávio José Gomes completa a chapa como vice.

O ex-prefeito de Caxias do Sul José Ivo Sartori (PMDB) também concorre ao governo gaúcho. Com o apoio da coligação formada pelo PMDB, PSD, PPS, PSB, PHS, PTdoB, PSL e PSDC, tem como candidato a vice o presidente regional do PSD, José Paulo Cairoli. Natural de Farroupilha, Sartori é formado em filosofia pela Universidade de Caxias do Sul. Em 1976, foi eleito vereador de Caxias do Sul. Em 1982, chegou à Assembleia Legislativa, para onde foi reeleito por quatro mandatos consecutivos. Em 2002, conquistou uma vaga de deputado federal, mas, em 2004, foi eleito prefeito de Caxias do Sul e reeleito em 2010 para o mesmo cargo.

Nascido em 1955, em Três Passos, Edison Estivalete concorre ao governo estadual pelo PRTB. Licenciado em educação física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e servidor público estadual, disputará pela primeira vez uma eleição. Seu vice será Hermes Aloísio Silva de Souza.

Já o PMN lançou José Carlos Rodrigues como candidato ao Palácio Piratini. Nascido em 1965, o porto-alegrense disputou sua primeira eleição em 2000, quanto tentou uma vaga como vereador no município de Alvorada. Formado em administração de empresas, concorreu como vice-governador em 2002, na chapa de Aroldo Medina (à época no PL). Seu vice nesta eleição é o administrador Roberto Wilodre.

Já o advogado Humberto Carvalho é o candidato do PCB na disputa pelo governo gaúcho. Advogado, Carvalho nasceu em 1943 em Porto Alegre e já concorreu ao cargo nas eleições de 2010. Seu vice é o professor universitário Nubem Medeiros.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas