Lei que define diretrizes para crescimento da capital paulista nos próximos anos será sancionada pelo prefeito nesta quinta

Um dos principais nomes do legislativo municipal paulistano a fazer oposição à bancada governista ao longo do debate sobre o Plano Diretor Estratégico - que define as diretrizes de crescimento da capital paulista para os próximos 16 anos e será sancionado pelo prefeito Fernando Haddad nesta quinta-feira (31) -, o vereador José Police Neto (PSD) afirmou no Desafio iG desta semana que entre os aspectos problemáticos da lei figura a questão da outorga onerosa - quando o empreendedor precisa repassar à prefeitura um valor sobre o limite ultrapassado por sua construção. O programa, que pode ser assistido abaixo, também contou com a presença de Nabil Bonduki (PT), vereador responsável pela relatoria do projeto.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.